Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

lost in wonderland

lost in wonderland

WFH: o pau de dois bicos

Dezembro 13, 2020

working from home, que é como quem diz, teletrabalho (acho a palavra mesmo foleira, bah)

sempre pensei que não me iria adaptar, que precisava de viver a dinâmica do escritório, do convívio com os colegas, de sair de casa, de ver a vida da cidade... mas passados 9 meses disto, e com a palavra "remote" oficializada no contrato de trabalho, admito que não é horrível. admito ainda que não sei que quero voltar à rotina de ter que deslocar-me para ir para um escritório cinco dias dias por semana. uns dois dias por semana ainda vá, mais do que isso, não acho que seja necessário. a tecnologia permite perfeitamente que as pessoas estejam deslocadas da empresa, mas presentes.

mas nestes 9 meses (ainda que com uma pausa pelo meio), a conclusão que chego é que as principais vantagens de trabalhar a partir de casa, também têm desvantagens 🤔

ora vejamos,

passar mais tempo em casa

uma pessoa arranja uma casa, decora-a com tanto gosto e atenção, e vai-se a ver, "vive" nela (descontando as 7 ou 8 horas que passa a dormir) pouquíssimo tempo. agora temos oportunidade para viver muito mais a nossa casa!

...só que passar mais tempo em casa tá-me a provocar alterações assustadoras nos números da balança. porque eu levo isto de estar em casa a sério, e na grande maioria dos dias, nem para um passeiozinho higiénico tiro o cu de casa. antes ainda até acabava por andar bastante. agora, termina a jorna e tou demasiado cansada para sequer pensar em mexer-me... e o sofá tá logo ali a fazer-me olhinhos. com sorte vou ao supermercado, e sempre ando um bocado. newsflash: não é suficiente...

sestas

omg, é tão bom poder fazer um sesta a meio ou ao fim da tarde. era uma cena que sentia mesmo que precisava. às vezes, a seguir ao almoço, dáva-me umas soneira tão malucas, que dava um dedo do pé para fazer uma sesta.. e agora posso fazê-lo!!

...só que o meu "sistema operativo" não compreende bem o conceito de sesta, e dormir 30 minutos ou 1 hora simplesmente não chega. aliás, fico toda marada. para o bicho — se é para dormir, é para dormir, caralho!! é rara a sesta que dura menos de 4 horas... yah... depois rebenta-me com os horários todos 😑

gatos

os gatos costumavam dormir grande parte do dia, mas agora com os humanos sempre em casa, ajustaram as rotina de acordo. temos muito mais tempo para estar com eles, e dar-lhes mimos quando nos apetece. 

...só que os gatos quando decidem que querem atenção, tão-se a cagar se estamos ocupados ou não. saltam para cima da secretária, têm aquela apetecia especial para passearem-se por cima do teclado, depois sentam-se à nossa frente e exigem festas, e esfregas, e colo. e não desistem enquanto não têm o que foram à procura!

a mais velha até passa bastante tempo dormir e não chateia muito, mas a mais nova? ZOMG, raio da gata se é chata! quando está aborrecida e ninguém lhe liga, vai para o quarto ou casa de banho e põe-se num berreiro, parece que a abandonaram. às vezes estou em reuniões, e mesmo com headphones, a sacana da gata distrai-me com aquela miadeira toda.. a casa parece um parque de diversões, tem montes de brinquedos e tretas espalhadas por todo o lado para ela se entreter, mas os humanos é que é!

acabaram-se as deslocações para o trabalho

fónix, não ter que andar metida no trânsito da cidade, e não ter que andar às voltas à procura de estacionamento é TÃO BOM, cacete!! e o guito que se poupa por mês?? e os danos no carro que evito??

além disso, poupo à vontade hora e meia por dia por não ter que me deslocar para o escritório 🥳

...só que agora conduzo pouquíssimo e sinto saudades daqueles momentos de bonding com o meu carrito 😭, e também de ver a paisagem a mudar todos os dias um bocadinho. agora quando saio, fico parva com as diferenças que vejo nas ruas. e até posso poupar bastante em combustível e estacionamento, e nas refeições fora de casa, mas as contas de luz e água aumentaram. e não tarda, também a de gás vai começar a aumentar também 😒

...e duas pessoas, mais dois gatos sempre enfiados em casa é o caos. a casa, que antes se aguentava arrumada e limpa tão bem, agora parece que tá sempre num chiqueiro, o que não é uma cena lá muito fixe quando se tem a mania das limpezas e TEM QUE ESTAR SEMPRE TUDO LIMPO E ARRUMADO! a puta da casa de banho tem que ser limpa praticamente todos os dias... como é que é possível que uma sanita fique nojenta tão rápido??FFFUUUUUUUUU antes da pandemia começar tinha 0 detergentes na casa de banho... já lá estão 2, sempre em permanência. a máquina da loiça, passou de lavar 2 vezes por semana para lavar dia sim, dia não… vá lá que roupa até lavo menos muhahahah

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

'Le me

tem idade suficiente para ter juízo, embora nem sempre pareça. algarvia desertora, plantou-se algures na capital, e vive há uma eternidade com um gajo que conheceu pelo mIRC.

no início da vida adulta foi possuída pelo espírito da internet e entregou-lhe o corpo a alma de mão beijada. é geek até à raiz do último cabelo e orgulha-se disso.

offline gosta muito de passear por aí, tirar fotografias, ver séries e filmes, e (sempre que a preguiça não a impede) gosta praticar exercício físico.

mantém uma pequena bucket list de coisas que gostava de fazer nos entretantos.

'Le liwl

era uma vez um blog cor-de-rosa que nasceu na manhã de 16 de janeiro, no longínquo ano de 2003, numa altura em que os blogs eram apenas registos pessoais, sem pretensões de coisa alguma. e assim se tem mantido.

muitas são as fases pelas quais tem passado, ao sabor dos humores da sua autora. para os mais curiosos, aqui ficam screenshots das versões anteriores:
#12   #11   #10   #9   #8   #6   #5   #4

seguir nos blogs do SAPO

email: hello@liwl.net

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

'Le Archive

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2007
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2006
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2005
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2004
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2003
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D