Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

lost in wonderland

lost in wonderland

Dia 0 // de Lisboa a Melgaço

Abril 04, 2018

é matemático. quando digo que temos que sair de casa no máximo às "tantas" horas, saímos sempre 3 horas depois. tenho que começar a fazer contas com esse desfasamento, humpf!

ou seja, em vez de nos fazermos à estrada ao meio-dia, eram três da tarde quando finalmente entrámos na A1.

na verdade, para aproveitar bem o primeiro dia de férias, até porque queria visitar uma aldeia que fica lá pros lados donde judas perdeu as botas (mas que por acaso ficava numa das opções de caminho), o ideal teria sido sair de casa às 10 da manhã, não ao meio-dia.

mas sair de casa às 10 ia acontecer tanto como acertar nos 7 números do euromilhões do sorteio seguinte. não só ia sair da cama a essa hora, como ainda tinha uma porrada de coisas para fazer, tipo limpar a casa, ir a lavandaria, acabar de arrumar a tralha para a viagem, abastecer o carro e verificar a pressão dos pneus... talvez se não tivesse chegado do algarve as três e meia da manhã na noite anterior, as coisas teriam sido um bocadinho diferentes.. ou então não!

cheguei a melgaço, às oito da noite, toda rebentada. da primeira vez que fiz aquela viagem foi no chasso, pergunto-me como é que sobrevivi a tal provação lol 

a escolha do hotel monte prado não foi ao acaso. já lá tínhamos estado em 2007, para uma experiência pouco convencional (para nós), passar o natal num hotel. gostamos bastante das instalações e da zona, e andámos anos a dizer que havíamos de regressar.

infelizmente já não chegamos a horas de atacar o spa, e tão necessitada que eu estava, depois de quase cinco horas agarrada ao volante. ficamos ainda mais tristes quando soubemos que um dos melhores banhos turcos onde já cozemos ao vapor, tinha sido desactivado... ohhhhhh pá!! não se faz isto às pessoas :'(

só sei que estava tão cansada da viagem que mal consegui comer nessa noite. uma pena, que o bacalhau com broa estava realmente delicioso..

antes de encostar a cabeça nas almofadas e dar o dia por terminado, estive a confirmar a rota para o dia seguinte, a ver se por milagre, conseguia encaixar a uma passagem na tal aldeia. mas em todas as projecções, a coisa entrava sempre por caminhos que eu não queria seguir, por isso, e muito a contragosto, acabei por abandonar a ideia. há que deixar estrelas a brilhar no mapa, para futuros regressos anyway :D

não me lembra quanto pagamos pela estadia na outra vez (e como foi durante o natal deve ter sido inflacionado) mas 37€ por um quarto duplo num hotel de 4*, com pequeno incluído é uma promo do caraças!! foi a estadia mais barata das férias.

tirando o desgosto do banho turco, o hotel continua impecável, e à parte do a/c ruidoso (abençoados tampões para os ouvidos) proporcionou uma boa noite de descanso.

 

início· dia seguinte >

Um natal diferente

Dezembro 27, 2007

decidimos, eu e o marido, oferecer-nos a nós próprios uma escapadinha especial. então no domingo, apontamos a bússola para norte, e fizemo-nos à estrada.
tínhamos pela frente 486km até ao nosso destino: melgaço!

chegamos por volta das seis da tarde, completamente de rastos, e depois de conhecermos as instalações, fomos saber como era do spa, para programarmos as actividades: massagens e banho turco! ah poizé!
depois do jantar, no restaurante do hotel, fomo-nos enfiar no jacuzzi, mas aquilo nem por isso estava muito quente.. não demoramos muito até sair de lá e ir encher a banheira do quarto he he he

hotelrelaxinghotelhotel
    
hotelhotelwca room with a view


na segunda comecei o dia no spa do hotel com uma massagem relaxante. fazia mais sentido se a tivesse recebido o dia anterior depois de ter conduzido 500km, mas pronto, foi bom à mesma. depois fiquei à espera que o marido recebesse a dele, e fomos dar uma volta pelas redondezas, sem antes (como bons tugas que somos) termos ido atestar a viatura em território espanhol. andamos por terras e terriolas, subimos e descemos montanhas, e apanhamos um frio desgraçado, a pesar do sol que estava. muito fixe!

a caminho de s. gregórioserraspenedapeneda


depois seguiu-se o jantar de natal. quando lá chegamos, a sala tava cheia de malta...casais sozinhos como nós eram muito poucos, nós e outro casal, que pela conversa era o segundo natal consecutivo que lá passavam.
a comida era à fartanzana, comer até não aguentar mais: entradas, pratos principais, sobremesas, late nite snacks no bar. à maneira.

depois chegamos ao quarto e tinham ido lá deixar-nos um presente, uma pequena lembrança do hotel. adorei o pormenor :)

a parte mais divertida foi que nos empinocamos a rigor para a janta só porque sim!
eu, de vestido preto, encharpe, e saltos, e o marido, de calças de fazenda, camisa, pullover e sapatos dignos desse nome, completamente o oposto do nosso wardrobe habitual lol. e tal como eu esperava, para além de ter rapado algum frio durante o jantar, não conseguia andar (por causa dos sapatos) sem parecer que tinha alguma deficiência nas unhas dos pés, tinha que andar agarrada ao marido...que vergonha :P

na terça, depois do pequeno-almoço, começamos a arrumar a tralha, pois tínhamos o banho turco reservado para as 11h, um bocado em cima da hora de check-out...
somos fãs daquilo desde a primeira vez que entramos num e ainda nunca tínhamos apanhado um tão bom como aquele. ficamos maravilhados, para além da sala que era espectacular, em pedra preta e com água fria no chão, tinha um pormenor que me agradou imenso, o vapor trazia mentol, que facilitava e muito a inspiração. normalmente sinto alguma dificuldade em respirar lá dentro, mas assim foi muito mais fácil, aguentei os 20mn sem problemas :)

depois fizemo-nos à estrada, rumo sabe-se lá onde, só sabia que queria atravessar a serra da peneda. o sacana do dia é que nos estragou os planos... choveu desde que nos enfiamos no carro até perto da estação de serviço de santarém...
as nuvens e a chuva minaram qualquer tentativa de fotografar aquelas paisagens lindas da serra... soube-me a pouco, portantos, penso lá voltar dentro em breve.

penedabarrosãpenedapeneda


notas finais:

- os três dias passaram rápido demais...
- da próxima vez que voltar ao hotel, não esquecer de por na mala para além dos chanatos, roupões e toucas de banho (uso obrigatório na piscina interior), pois essas coisas são pagas à parte :P...
- nem sei como é que o chasso se aguentou...fez mais de 1000km em três dias (600 só num deles).. quando andava lá perdida no meio da serra, tremia só de pensar que aquilo se ia abaixo lol
- começar a levar lanchinhos nas incursões em território desconhecido...
- sobrevivi, inteira, sem um arranhão, à A1 em dia de regresso a casa. pelas atrocidades que vi na estrada, nem sei como foi possível... cheguei à conclusão que existem mas é poucos acidentes, há gente que merece esfrangalhar-se toda, a ver se aprendiam a ter mais juízo nas putas das cabeças...a sério!
- foi a ultima vez que dependi dum mapa para me orientar em sitios estranhos...não me perdi, mas foi stressante...
- o dia 25 é um dia desértico...tá tudo, tudo, tudo fechado :P

'Le me

tem idade suficiente para ter juízo, embora nem sempre pareça. algarvia desertora, plantou-se algures na capital, e vive há uma eternidade com um gajo que conheceu pelo mIRC.

no início da vida adulta foi possuída pelo espírito da internet e entregou-lhe o corpo a alma de mão beijada. é geek até à raiz do último cabelo e orgulha-se disso.

offline gosta muito de passear por aí, tirar fotografias, ver séries e filmes, e (sempre que a preguiça não a impede) gosta praticar exercício físico.

mantém uma pequena bucket list de coisas que gostava de fazer nos entretantos.

'Le liwl

era uma vez um blog cor-de-rosa que nasceu na manhã de 16 de janeiro, no longínquo ano de 2003, numa altura em que os blogs eram apenas registos pessoais, sem pretensões de coisa alguma. e assim se tem mantido.

muitas são as fases pelas quais tem passado, ao sabor dos humores da sua autora. para os mais curiosos, aqui ficam screenshots das versões anteriores:
#12   #11   #10   #9   #8   #6   #5   #4

seguir nos blogs do SAPO

email: isa@sapo.pt

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

'Le Archive

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2007
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2006
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2005
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2004
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2003
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D