Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

lost in wonderland

lost in wonderland

101 coisas: ir novamente ao marvão

Março 23, 2010

quase quase que fomos prá estrela, quase.. mas por muito tentadora que fosse a ideia de me ir enfiar na neve geladinha, tive medo que meio mundo se fosse lembrar do mesmo e voltei aos planos iniciais: marvão here we go!

foi um destino que nos saiu atravessado em janeiro do ano passado, quando fomos pra lá passar um fim-de-semana e o domingo foi do mais merdoso que se pode imaginar..mas este ano andei a acompanhar a meteorologia de perto e a coisa tava bastante favorável

saímos já tarde no sábado e jantamos pelo caminho, no sever, que já conhecíamos e que deve ser o melhor restaurante nas redondezas. comemos um dos melhores bifes de sempre hi hi hi
a noite foi passada dentro das muralhas, na albergaria el rei d. manuel, que se revelou bastante simpática e acolhedora, perfeita para a ocasião :)

então no domingo lá fomos redescobrir o marvão. já lá tinha estado há muitos anos, e a coisa que melhor me lembrava era a vista que aquilo tem. é simplesmente brutal!
gostei de ver que está tudo muito bem preservado e limpinho, tanto o castelo e a muralha, como as ruas e casas da aldeia.
demos a volta completa por cima da muralha. ficamos foi estafados no fim daquela brincadeira..



mas marvão é pequeno e vê-se rápido, então, ala pro topo da serra de s. mamede em busca de uma cache que ficou por fazer da outra vez. desta vez, sem chuva e nevoeiro foi muito mais fácil encontrar fosse o que fosse...e a vista? ai a vista!!
ficamos todos histéricos quando vimos que uma das nossas peças de xadrez tinha sido transportada de uma cache que fizemos no ano passado, não muito longe dali he he

depois não me apetecia descer..o dia tava limpo e via-se tudo em redor, e a vista é pura e simplesmente de cortar a respiração!

descemos e andamos por ali perdidos naquelas estraditas (que por acaso até estão em muito boas condições), a apreciar as paisagens, e ainda metemos o pé em espanha.

como tínhamos ficado com inveja dumas cabras montanhesas que vimos nuns penhascos bem altos, decidimos fazer o mesmo. então quase ao sol posto, subimos ao topo dum monte para fazer a última cache do dia.
quando finalmente nos aproximamos dos penhascos ficamos um bocado sem saber o que fazer..é que haviam muitas hipóteses para chegar lá em cima, mas nenhuma parecia fácil ou agradável, e andar ali à volta de pedras gigantescas, enfiados por entre arbustos  que nos davam pela cabeça, com um frio daqueles, não era bem o fim de tarde que tinha imaginado.. mas num rasgo da mais pura intuição geocacher feminina, determinei qual o caminho a seguir. quando o marido pára no cimo da rocha para consultar o gps, viu um saco de plástico verde por baixo dos pés. YAY, à primeiríssima!

ainda ficamos um bocadinho a curtir a vista porque valia mesmo a pena. depois descemos, pegamos no carro e demos o passeio por terminado, com uma última paragem na casa dos sogros, pa filar o jantarito hi hi hi

cheguei a casa cansadíssima e com a sensação que tinha estado fora muito mais tempo. estes dias assim são brutais porque acordamos cedo e fazemos tanta coisa que eles esticam quase até partir!

(mais fotos no sitío do costume)

Pelos caminhos de Portugal... - versão alto alentejo!

Janeiro 20, 2009

íamos todos lampeiros por esse alentejo fora, a caminho da serra de s. mamede, para mais um fim-de-semana à maneira, mas fomos traídos pelo mau-tempo. arruinou-nos o passeio, grande FDP!

é que senti-me roubada! num sitio tão bonito como aquele, e não via um palmo à frente dos olhos por causa das nuvens, e do nevoeiro, e da chuva. não há direito!

passamos a noite numa albergaria perto de marvão que já andava debaixo de olho há pra mais de um ano, e só não foi um bocadinho melhor porque não escolhemos o quarto certo, escapou-nos o pormenor da casa de banho completa. a albergaria é muito gira porque todos os quartos são diferentes, e podemos escolher o que nos agradar mais, quer pela cor, quer pela decoração. é um sitio muito porreiro e o pessoal simpatico. havemos de lá voltar :)

foi um bocadinho dificil fazer geocahing por aquelas bandas. não sei se é por ser um sitio remoto, se é pela proximidade com espanha, mas eram raras as zonas onde apanhávamos 3G no iphone..aliás, se estivéssemos a apanhar gprs já nos podíamos considerar sortudos. levávamos o tempo todo a rezar que os mapas carregassem, que degredo. vá lá que isso não nos impediu de encontrarmos os lugares todos. fizemos 6 caches, mas podiam ter sido 9. saltámos três delas por causa da maldita da chuva.
mesmo assim o saldo foi positivo. viemos carregados de tesouros pa largar noutros sítios :)

#18 - barragem da apartadura
fizemos um pequeno desvio a caminho da estalagem e não nos arrependemos, que o sitio era lindo. e eu não costumo achar piada a barragens (tenho medo, vá!) ^^
encontramos uma moeda muita gira nesta cache. foi a primeira moeda que apanhamos :)

#19 - freixos da estrada en246-1
depois de uma bela jantarada o marido quis passar por lá. tavam 3ºC na rua, eu nem tive coragem de sair do carro :P

#20 - estação cp marvão-beirã
a estação mais parecia abandonada, mas ainda conserva traços originais, daí o seu interesse histórico. apesar disso, é por ali que passam os comboios internacionais.
vieram uns gatitos ter connosco que tornaram a coisa mais divertida

#21 calçada romana, marvão
a cache do marvão tava desactivada mas havia outra pelo caminho. a calçada é interessante, e na cache encontramos mais uma geocoin..ou geobag, ou qualquer coisa assim. não havia rede aqui, tavamos a apanhar a vodafone espanhola e não havia net pa ninguém. esta foi à base de pistas mesmo.

#22 - castelo de vide
andamos mais de meia-hora às voltas pelo castelo. tavamos mesmo, mesmo quase a desistir, quando a encontrei. tive pena que não se via nada por causa das nuvens e eu sei que aquilo é mesmo bonito.
a cena mais engraçada nesta, foi quando apareceu um casal com uma miúda quando estávamos a logar a cache, e depois tivemos que esperar que eles se pirassem. as tantas volto-me para trás, e tava o marido, na pose mais comprometida que alguma vez vi, tinha um olhar ameaçador e tudo, não tava mesmo a dar nas vistas loll..faço ideia o que é que aquela malta não deve ter pensado!

#23 - pinturas rupestres da lapa dos gaivões - arronches
não me recorda se algum vez tinha visto pinturas rupestres ao vivo, tenho quase a certeza que não. de qualquer modo, aquelas a modos que me desiludiram..tava à espera de ver mais quaquer coisita..ou então vi mal, que já era quase de noite..
lá subimos o rochedo e fomos a procura da cache. aquilo tava perigoso porque a pedra tava humida por causa da chuva e escorregava, parecia que estava untada com margarina. passamos aquilo a pente fino e nada. o gps também não tava a ser grande ajuda, para ele eu tava sempre em cima do spot.
era praticamente noite quando finalmente encontrei a caixa. o marido ficou tão contente que ao descer mandou dois bate-cus valentes em cima das rochas, apesar de 5 segundos antes lhe ter avisado para ter cuidado.
cumprimos a missão e largamos lá o espelhito que apanhamos em porto covo :)

depois dessa demos o fim-de-semana por terminado e regressamos à base.

é lógico que vamos lá voltar, para ver o que não vimos desta vez, mas vamos esperar pela primavera, quando a serra estiver florida e não estiver tempo de merda. odeio o inverno. parece que tenho que por a vida em standby enquanto essa estação estúpida não se vai embora..hibernar não era mal pensado :P

(depois logo boto aqui umas fotos das caches, pa isto não ficar tão despido)

'Le me

tem idade suficiente para ter juízo, embora nem sempre pareça. algarvia desertora, plantou-se algures na capital, e vive há uma eternidade com um gajo que conheceu pelo mIRC.

no início da vida adulta foi possuída pelo espírito da internet e entregou-lhe o corpo a alma de mão beijada. é geek até à raiz do último cabelo e orgulha-se disso.

offline gosta muito de passear por aí, tirar fotografias, ver séries e filmes, e (sempre que a preguiça não a impede) gosta praticar exercício físico.

mantém uma pequena bucket list de coisas que gostava de fazer nos entretantos.

'Le liwl

era uma vez um blog cor-de-rosa que nasceu na manhã de 16 de janeiro, no longínquo ano de 2003, numa altura em que os blogs eram apenas registos pessoais, sem pretensões de coisa alguma. e assim se tem mantido.

muitas são as fases pelas quais tem passado, ao sabor dos humores da sua autora. para os mais curiosos, aqui ficam screenshots das versões anteriores:
#12   #11   #10   #9   #8   #6   #5   #4

seguir nos blogs do SAPO

drop me a line: isa [ arroba ] sapo [ ponto ] pt

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

'Le Archive

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2007
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2006
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2005
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2004
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2003
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Error running style: Style code didn't finish running in a timely fashion. Possible causes: