Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

lost in wonderland

lost in wonderland

Sushi overload!

Setembro 29, 2008

como já tinha dado a entender ali mais abaixo, o restaurante escolhido para irmos comemorar o nosso 7º aniversário foi o aya de carnaxide. ainda não tinha estado naquele, e achei que a ocasião pedia mais que uma habitual ida ao koi.

não foi difícil encontra-lo (talvez porque tínhamos o mapa mais do que bem estudado he he). é um edifício grande, moderno, e com um belo de um estacionamento à porta. não é o local mais habitual para se encontrar um restaurante deste tipo, mas foi bem escolhido, porque entramos na A5 e em menos de nada estamos à porta, sem stresses.

entramos e ficamos impressionados com o interior. muito moderno, janelas enormes, decoração minimalista que lhe dá um ambiente muito sofisticado.. se bem que não consegui evitar de acha-lo um bocado "frio", especialmente a salinha que tinha reservado para estarmos mais à vontade.

não conheço restaurante japonês com uma ementa tão diversificada e tão japonesa como a do aya, é verdade! e a qualidade, variedade e frescura do peixe então nem se fala, assim como a apresentação dos pratos, que até dá pena desmancha-los. pedimos uma ponte de sushi-sashimi, aquilo trazia, à vontade, comida para três pessoas, e estava di-vi-nal. não levei a máquina fotográfica porque íamos numa de making out, mas não aguentei e tirei umas fotos podres com o iphone.
não conseguimos devora-la toda, até porque tínhamos estado de volta dumas entradinhas bem boas (pela primeira vez gostei de sopa miso). no fim sobraram 3 fatias de peixe, mas nem eu nem o marido aguentávamos mais. só de me lembrar deste repasto, começo logo a salivar!
 

ponte sushi

 

mas para mim, o aya continua a ser uma experiência agridoce, pois aquele que considerei o seu grande problema, mantém-se neste novo espaço: o atendimento. se já da outra vez que estivemos no das twin towers achei que o atendimento não estava à altura do restaurante, então desta, ainda achei mais. os empregados nem sequer nos sabiam explicar aquilo que estava na ementa. levavam tempo e eram muito vagos nas respostas, e em alguns casos, o domínio da língua portuguesa era muito mauzinho, pelo que preferimos não arriscar e manter-nos naquilo que conhecíamos. para além disso, e talvez por teremos ficado numa salinha, para faze-los chegar lá era o cabo dos trabalhos. uma cliente na salinha ao lado chegou a ter que ir lá fora buscar um empregado e dizer-lhe que "podemos estar um bocadinho escondidos, mas estamos aqui..." depois de ter esperado montes de tempo que alguém lá fosse tirar o pedido. para pedir bebidas o a sobremesa, tínhamos que ou ir lá fora ou estar ali à espreita que algum passasse por ali.. bom, mas pelo menos não esperamos muito tempo pela comida e isso é sempre agradavel.

não vou falar no preço porque a qualidade paga-se e quando uma pessoa vai ali, já sabe que vai desembolsar forte e feio. mas a experiência compensa!

continuo a achar que o koi tem a melhor relação qualidade/preço - atendimento/conforto. se é para um jantar romântico é a melhor opção, porque o atendimento é 5 estrelas e o ambiente é definitivamente muito acolhedor. agora, se o objectivo é degustar as iguarias da cozinha japonesa da forma mais japonesa possível, então o aya é definitivamente a opção.

 

adenda: ontem (1/10) voltamos ao aya, que o mariduxo quis comemorar o seu 29º aniversário lá, e a coisa correu bem melhor. ficamos na sala, junto à janela, muito mais agradavel que na salinha, e fomos antendidos por alguém que nos soube explicar tudo o que perguntamos. menos mal :)

Fim-de-semana e mais qualquercoisinha

Março 01, 2007

Ora bem, então no fim-de-semana passado rumamos aos algarves. Havia mais de de um mês que não calçávamos lá naquelas bandas.

 

Saímos de casa já passava da uma e meia da manhã, e a viagem começou com alguns percalços. Uma sacana duma gaivota cagou-me no vidro da frente, num sitio que me roubava visibilidade e aquilo com os mijas simplesmente não ia lá.

Pensamos em parar na primeira estação de serviço e dar um banho aquilo.. Ainda não tínhamos saído de Almada, quando um simpático motard nos avisa que não temos luzes atrás. Eh lah! Mais uma razão para pararmos na primeira estação de serviço.

 

Estação de serviço do Seixal. Depósito atestado. Pressão dos pneus verificada. Vidro lavado. Diagnostico das luzes: uma fundida (lado esq.), outra a fazer mau contacto (lado dir.). A loja não linha lâmpadas daquelas, vergooooonha. Trocar a luz que fazia mau-contacto para o outro lado, menos mal. Esquecemo-nos de colocar as luzes do lado direito no lugar, 20km sem stop's nem piscas naquele lado.

 

Estação de serviço de Palmela. Também não havia luzes.. melhor, havia, mas em kits, que custavam 8eur. Cagamos, e concordamos tentar a sorte na estação estação seguinte.

 

Estação de serviço da BP (a minha favorita, estação, não a marca he he) lá prós lados de Grândola. Entrei mas estavam montes de policias no estacionamento. Eu, como boa tuga que sou, mal vi a bófia, mudei de ideias e segui viagem. Nem sequer considerei a hipótese de que eles só lá estariam para fazer uma pausa..

 

Chegamos a Bensa-city já passavam das cinco da manhã. Vá lá que nem me deu sono..

 

No sábado à tarde, fomos até lagos e fartamo-nos de tirar fotos. Só eu enchi o cartão de 1GB da 400D em fotos. Até foi uma tarde porreira.

 

No domingo, o dia estava cinzento e chuvoso e acabei por não ir tirar fotos às amendoeiras em flor como tinha planeado no dia anterior.. Andamos a anhar o dia todo, até que nos viemos embora, mais cedo que o habitual, por volta das dez da noite, que eu na segunda tinha que estar em pé às sete da matina :P

 

Entretanto, voltei ao WIP. Ah poizé! Já tinha uma valente cabeleira que necessitava urgentemente de ser desbastada. Gosto mesmo de ter o cabelo curto. Até penso melhor e tudo lol

 

Uns ex-colegas (e amigos) tiveram a bela ideia de tentar reunir a turma do 9º ano novamente. Passaram-se 10 anos (1996/1997) e eles acharam que seria engraçado juntar a malta toda outra vez. No email que enviaram ao pessoal vinha uma foto da turma. Bem...que barrigada de rir que apanhei eu às custas daquela foto!

Que cambada de pacóvios que a malta parecia naquela altura LOL

 

É capaz de ser giro, revê-los a todos. Espero mesmo que consigam contactar todos :)

 

E à hora que estou a escrever isto, ainda estou a arrotar a peixe cru. Ah poizé! Dia de S. Receber merece jantar especial.

Desta feita fomos experimentar o Koi Sushi, que já havia sido recomendado algumas vezes, e deixem que vos diga, é simplesmente fabuloso. Não só a decoração e ambiente, como comemos o melhor combinado de sempre.

Pedimos um com 40 peças, mais uma tempura vegetariana, e ambos os pratos estavam de comer e chorar por mais. Levantar da mesa foi um sacrifício, tal não foi a barrigada!

 

É provavelmente o melhor restaurante japonês onde já tivemos e vamos voltar com certeza.

 

 

Best combo ever!

'Le me

tem idade suficiente para ter juízo, embora nem sempre pareça. algarvia desertora, plantou-se algures na capital, e vive há uma eternidade com um gajo que conheceu pelo mIRC.

no início da vida adulta foi possuída pelo espírito da internet e entregou-lhe o corpo a alma de mão beijada. é geek até à raiz do último cabelo e orgulha-se disso.

offline gosta muito de passear por aí, tirar fotografias, ver séries e filmes, e (sempre que a preguiça não a impede) gosta praticar exercício físico.

mantém uma pequena bucket list de coisas que gostava de fazer nos entretantos.

'Le liwl

era uma vez um blog cor-de-rosa que nasceu na manhã de 16 de janeiro, no longínquo ano de 2003, numa altura em que os blogs eram apenas registos pessoais, sem pretensões de coisa alguma. e assim se tem mantido.

muitas são as fases pelas quais tem passado, ao sabor dos humores da sua autora. para os mais curiosos, aqui ficam screenshots das versões anteriores:
#12   #11   #10   #9   #8   #6   #5   #4

seguir nos blogs do SAPO

drop me a line: isa [ arroba ] sapo [ ponto ] pt

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

'Le Archive

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2007
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2006
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2005
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2004
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2003
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D