Se eu não fosse assim.. VI

chegou aquela do ano em que o cascas tem que ir fazer uns exames para lhe renovarem o papelinho verde no pára-brisas. como estava a modos que pró badalhoco, quis dar-lhe uma lavagem para ir mais apresentável (que o estado do carro diz muito dos donos muhahaha).

mé rique carrinhe, que só te dão banho duas vezes por ano - quando vai à revisão, e quando vai à inspecção...

tão siga para o posto de abastecimento com lavagem automática mais próximo. nesta altura do campeonato já nos deixamos de preocupar com os riscos que as escovas fazem na pintura... also, são 15€ que poupamos.

terminada a lavagem, paramos em frente à bomba de ar para o homem verificar a pressão dos pneus. eu aproveitei para recolher o lixo armazenado nos compartimentos das portas, e decidi que não me custava nada passar-lhe o aspirador quando chegasse a casa.

foi então que reparei que a manápula gordurosa tinha resistido à lavagem automática, oh que crl... há uns dias, alguém teve a cortesia de escarrapachar uma mão de tal modo gordurosa na traseira do carro, que quase dava para notar as impressões digitais do autor. nem quero imaginar ondé que aquela mão andou metida antes de assentar no meu rico carrinho :P

nada que uma espichadela de fairy num pano de micro-fibra não resolva, pensei.

estacionei o carro a ocupar dois lugares estrategicamente na garagem, de forma a conseguir ter as portas todas abertas e fui buscar as ferramentas de limpeza.

a manápula asqueirosa saiu tão bem com o fairy que decidi ir experimentar se funcionava igualmente bem na dianteira do carro, na vasta colecção de entranhas ressequidas de insectos, resistentes às escovas das lavagens.

ok, aqui precisou um bocadinho mais de força de braços, mas hey! tava a ficar um mimo! a parte mais fixe foi termos descoberto que 50% dos riscos da pintura eram superficiais, e saiam à força da esfrega ou das unhas (UAU, finalmente uma situação onde é útil ter unhas rijas como cornos!!). ia dando cabo da unha do polegar direito, mas consegui tirar aqueles riscos pretos foleirosos do pára-choques. fiquei TÃO contente :D

quando dei por mim, tinha passado o pano húmido na pintura toda. quem diria que limpar o carro consegue ser uma actividade tão apaziguadora. agora compreendo porque é que tantos homens passam tardes inteiras de domingo a limpar o carro.

depois, enquanto o homem se dedicava às jantes, aspirei o interior minuciosamente (temos umas ponteiras todas paneleiras para o aspirador, que chegam a todos os cantos e fendas), e por fim passei o pano nos plásticos interiores, para limpar as patadas. ficou im-pe-ca-vel!

ele merece, carrinho lindo, que se porta tão bem e faz a dona tão feliz!

orgulhosa do resultado final, vou ver qual é a opinião da internet sobre lavar o carro com detergente da loiça.. na volta todàgente usa menos eu!

...a minha cara quando começo a ler por todos os lados que não se deve utilizar tal coisa, pois danifica a pintura.... EEEKKKKKK!!! quer dizer.. dou um peido sem consultar primeiro o google, e sai logo asneira 😑

bom, vá lá que usei muito pouco (aquilo ser ultra concentradissimo é só um detalhe lol).. 

ontem quando saiu à rua, pude inspeccioná-lo debaixo do sol resplandecente em vez da iluminação ténue da garagem, e posso atestar que sem ser quando o fui levantar ao standér, nunca o vi tão bem limpo e tão brilhante. a pintura está intacta, tanquegóde. prometo que da próxima vez que limpar o carro vou manter o detergente da loiça bem longe dele -_-'

11 de Julho de 2018, às 00:25link do post comentar ver comentários (2)(3)

Se eu não fosse assim.. V

isa regressa do almoço e ao contornar a rua do escritório, sente um cheiro intenso a erva daquela que ainda não é medicinal mas um dia pode vir a ser. isa topa um colega a fumar à porta.

isa berra do fundo da rua, para o dito colega ouvir (no gozo, claro!),

"EEEEEEK QUE CHEIRO A ERVA.. Ò QUIM, ÉS TU?"

...quando topa que está a passar ao lado de um carro estacionado em cima do passeio, com a janela aberta, de onde vem aquela fumarola toda...

ooooops!

ps. o quim não se chama quim, é um nome fictício para proteger a identidade do moço, os meus colegas não têm culpa que eu seja assim :D

27 de Abril de 2018, às 23:58link do post comentar(3)

Se eu não fosse assim.. IV

OK, confesso.. a ideia de comprar o balde de línguas de gato foi minha.

porque a) sei que ele gosta; b) aquilo tem quase 1kg, assim dura mais que os pacotinhos de 200gr que desaparecem em tempo nenhum; c) eu também gosto :D

só que não tardei muito a chegar à conclusão que aquilo é *pior* que os pacotinhos.. como tem tanta quantidade, se comer 5 ou 6 de seguida não se nota, o nível não desce, não pesa na consciência lol

sou gulosa para as ocasiões. se não tiver não me incomoda, mas se tiver incomoda-me.. e com tamanha tentação ali à mão se semear, disse ao homem que era melhor ele guardar aquilo sítio refundido antes que só restassem migalhas no fundo do balde. o que era capaz de não demorar muito tempo a acontecer.

longe da vista, longe do estômago.

fui dar com elas numa das vezes que abri o frigorífico. estavam aconchegadas na prateleira por cima, ao lado os garrafões de água. visíveis o suficiente para que não me esqueça delas, mas altas o suficiente para me aborrecer a ir buscar um banco para conseguir deitar-lhes as unhas.. ser baixinha (e preguiçosa) sucks!

11 de Agosto de 2015, às 20:08link do post comentar ver comentários (3)(2)

Se eu não fosse assim.. III

não conheço ninguém mais inconveniente que eu. tenho uma terrível pontaria para dizer as piores coisas nas piores alturas, e é raro o dia que não me saia uma.. 

hoje por exemplo, o homem apareceu ao pé de mim cheio de pressas e pergunta-me se podem mandar o técnico ir a casa amanhã à tarde, para ver da máquina de lavar roupa. ao que eu respondo bruscamente, com um certo tom de indignação na voz:

- FDX.. amanhã NÃO, crl!!

(que nada ou ninguém ouse atravessar-se à frente dos meus planos para este fim-de-semana!)

quase instantaneamente, uma expressão de horror invade do rosto do homem. estende o braço e mostra-me o telemóvel.. estava em linha com alguém que tinha acabado de ser brindado com o meu elegante palavreado, ao mesmo tempo que ficava a saber que amanhã não nos dava jeito.

não há remédio prá minha pessoa..

29 de Agosto de 2014, às 20:22link do post comentar ver comentários (12)

Se eu não fosse assim.. II

há uns dias atrás o hóme mandou-me um link para um excerto de uma música de metallica, apesar de saber não sou apreciadora da banda, mas queria que eu ouvisse um riff de baixo que ele adora (nos últimos tempos não o oiço a cantarolar outra coisa se não aquilo). ouvi a cena mas passou-me ao lado (é justo, também lhe dou muita treta para ouvir ^^).

ontem meteu a música a passar nas colunas da sala.

 

- AAAAAHHHHHH BRUTAL!! (enquanto dava numa de headbanger)

- parece música de baile lol

- MÚSICA DE BAILE?!?!?!

 

acho que o deixei com PTSD :D

depois de ter recuperado do choque, pergunta, apreensivo:

 

- ...mas quando dizes música de baile, tás-te a referir propriamente ao quê?

- tipo daqueles bailes pomposos.. não dos da aldeia, calma!

 

hoje de manhã, ainda mal tinha aberto os olhos, ele, que aparentemente ainda andava a ruminar o assunto, confessa:

 

- sabes, tenho andado a pensar naquilo que disseste e sim.. acho que consigo visualizar isso da música de baile.. de facto parece uma valsa or something..

 

agora ao final do dia, assim do nada, sai-se com esta:

 

- FDX, deste-me cabo da orion.. agora sempre que penso na música imagino princesas a dançar!

 

MUHAHAHAHAHHA, my work here is done :D

Eu nem sempre ponho a pata na poça…

…mas quanto meto, é em grande estilo!

 

tive que ir à solitária tratar de um assunto meio demorado e aproveitei o tempo morto para checkar as novidades. estava eu descansadinha da vida no instagram a ler os comentários de uma foto onde tinha comentado uns dias antes, quando surge uma notificação do whatsapp.

 

era do homem, andava à minha procura para me entregar algo e queria saber do meu paradeiro.

 

"estou na cagadeira"

 

respondi descontraidamente.

 

…e no segundo seguinte reparo na monumental borrada que tinha acabado de fazer. não sei que raio curto-circuitou no meu cérebro, que em vez de mandar-me abrir o wassap para responder, fez-me começar logo a escrever no campo que estava à frente dos meus olhos - nos comentários da bonita foto, com quase uma centena de likes, e no fim de dezenas palavras de apreço, lá estavam as minhas.. a brilhar em todo o seu esplendor!

 

dei um grito involuntário de puro horror ao aperceber-me do que tinha acabado de fazer, e no meio da azafama entre apagar aquilo e ir ter com o homem, e o homem afinal não saber onde estou porque não chegou a receber a mensagem e ter de apagar o comentário e não saber como, ainda ficou uns bons segundos no ar.

 

estou na esperança que ninguém tenha topado LOL

29 de Outubro de 2013, às 23:09link do post comentar ver comentários (4)(1)

Se eu não fosse assim... I

...ele não gostava tanto de mim!

 

chat

 

a propósito disto.. devo ser a pessoa mais romântica à face da terra XD

2 de Outubro de 2013, às 20:32link do post comentar ver comentários (4)

'Le me

tem idade suficiente para ter juízo, embora nem sempre pareça. algarvia desertora, plantou-se algures na capital, e vive há uma eternidade com um gajo que conheceu pelo mIRC.

no início da vida adulta foi possuída pelo espírito da internet e entregou-lhe o corpo a alma de mão beijada. é geek até à raiz do último cabelo e orgulha-se disso.

offline gosta muito de passear por aí, tirar fotografias, ver séries e filmes, e (sempre que a preguiça não a impede) gosta praticar exercício físico.

mantém uma pequena bucket list de coisas que gostava de fazer nos entretantos.

de resto, é ler o blog :D

'Le liwl

era uma vez um blog cor-de-rosa que nasceu na manhã de 16 de janeiro, no longínquo ano de 2003, numa altura em que os blogs eram apenas registos pessoais, sem pretensões de coisa alguma. e assim se tem mantido.

muitas são as fases pelas quais tem passado, ao sabor dos humores da sua autora. para os mais curiosos, aqui ficam screenshots das versões anteriores:
#11 #10 #9 #8 #6 #5 #4

follow us in feedly  Seguir nos Blogs do SAPO

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.