Os dentes de siso do homem

volta e meia provocavam-lhe umas inflamações muita maradas nas gengivas, que o deixavam aflito da boca. também estava lentamente a ficar com aquela belíssima dentadura dele a entortar por causa da falta de espaço. o problema teria que ser arrancado pela raiz. literalmente.

o inevitável dia em que os primeiros dois iriam receber a ordem de despejo chegou. naturalmente, dado ao karma especial do homem, preparamo-nos para os piores cenários: cara insuflada, dores lancinantes, infecções horrendas, e até paralisia facial..

só que.. não! apenas teve algumas dores, mas nada de especial, não tinha nada inflamado sequer, a cara nem inchou. eu arranquei um molar e fiquei mais de uma semana com um alto na mandíbula.. não compreendo.

foi totalmente anti-climático 😒


(mas como ainda lhe falta tirar os outros dois, tudo pode acontecer 😂)

10 de Agosto de 2018, às 00:59link do post comentar

092 - Arranjar a merda dos dentes uma vez por todas!

YAY!!!

seis meses...seis meses andei eu enfiada no dentista, desde outubro até abril, quase todas as semanas... foram 18 consultas ao todo!

o meu desafio era simples: começar o tratamento e só acabar quando não restasse dente por arranjar! e houve muito trabalhinho feito:

- 1 violenta destartarização;
- 3 dentes desvitalizados e reconstruídos praticamente do 0;
- 1 chumbo substituído por compósito branquinho;
- 5 cáries activas assassinadas;
- 1 raiz arrancada a ferros;
- preenchimento de um buraquito cujo compósito se tinha desintegrado;

missão cumprida com sucesso! hoje saí da clinica com um sorriso de orelha a orelha (e não paguei a consulta he he)

a melhor parte? paguei por isto tudo cerca de 180€.. 20% do valor total da brincadeira. adoro seguros de saúde! hi hi hi

esta foi a minha 3ª grande sessão e não vai ser a última. prevejo outra, ainda maior, daqui por uns anos, quando tiver que substituir a dentadura praticamente toda: a ponte, os desvitalizados, os que não substitui o chumbo, sisos, etc etc mas agora preciso de pelo menos 10 anos para ganhar coragem lol

...e amanhã vai lá o marido. o sacana não tem um único dente estragado naquela dentadura poderosa dele, mas vai destartariza-la, que bem precisa!

 

como não páro de receber pedidos de informação sobre o seguro, cá vai disto:

o meu seguro era da Real Seguros. "era" porque já não tenho. fazia parte do pacote de regalias da empresa onde o marido trabalhava, e por ser um plano especial, as condições que eu tinha não se aplicam aos planos disponiveis para o grande público, sem sequer senti na pele os agravamentos da utilização do seguro.

existem montes de seguros de saúde e seguros dentários, acho que já são poucas as seguradoras que não têm planos desses, é uma questão de procurarem nos sites delas os planos e os preços dos mesmos.

notem que para o seguro de saúde cobrir despesas dentárias, devem escolher um plano que inclua estomatologia.

17ª sessão de TORTURA!

...e pronto, era uma vez uma (puta duma) raiz!

há uns bons anos atrás (+12), eu tinha um dente estragado que me doía comó caraças, e desesperada com dores, pegava em cubos e gelo e esfregava-os no dente (há quem bocheche bagaço..). só que esta (muito má) ideia, para além de  aliviar apenas momentaneamente, teve um mau resultado: o dente fracturou-se (até ouvi o estalo lol).

às tantas fui ao dentista. um dentista, que, coitado, tinha tanto medo de nos fazer mal que só fazia merda. ele lá fez pra lá qualquer coisa que o dente deixou de me doer mas ficou muito fragilizado..

uns tempos mais tarde, quando tive que iniciar uma espécie de reabilitação oral, escolhi outro dentista. o gajo inspecciona a boca, toca-me num dos dentes e pergunta "isto foi obra do filipe, não foi?" pois e tinha sido sim senhor! eles já se conhecem uns aos outros e tudo!

foi um calvário esse verão, e como já não via a hora daquela provação acabar, não fui até ao fim, deixei dentes por arranjar, na altura eram os menos críticos, porque o dentista deu prioridade aos piores..

esse fragilizado era um deles, e com o tempo, desfez-se em pedaços, restando apenas a raiz..

há uns três anos atrás, depois de uma noite com uma dor brutal de dentes fui a um dentista que ao tratar o dente do lado, disse que aquela raiz tinha que sair depressa, pois tinha desenvolvido um quisto que podia trazer complicações. eu disse que sim, mas depois daquele dente tratado nunca mais lá pus os pés...espertinha, hem!

quando em outubro passado me desafiei a mim própria a meter-me no dentista e só sair de lá quando não restassem dentes por arranjar, tá-se mesmo a ver que desta vez não tinha escape possível... ela tinha que sair, a bem ou a mal...

"não precisa de estar nervosa" pois, pois...

the thing is..ao fim de tantos anos, os dentes do lado foram-se apropriando do espaço vazio e empurraram a raiz para baixo, deixando uma abertura relativamente pequena, e o quisto que o gajo tinha desenvolvido também não ajudou à festa..

aquilo não foi uma escavação arqueológica como de costume, aquilo foi um saqueamento selvagem a uma catatumba secreta. uma horinha. e passei-a quase toda de olhos fechados porque aquela visão do tubo do aspirador a aspirar sangue faz-me mal (porque raio não fazem os tubos opacos?), assim como observar aquela parafernália de ferramentas de tortura a passarem-me à frente dos olhos, então fechei-os e só os voltei a abrir por instantes quando veio outro dentista e cumprimentou-me. sim, foi preciso outro dentista, porque aquele não dava conta do recado. e mesmo àquele esta a custar, já estava a ouvir falar em "descolamento dos tecidos em redor" ou coisa assim, mas já nem queria saber, tava por tudo..
às tantas lá se decidiu a sair, aos bocados, claro, mas sem ser preciso tomar medidas mais drásticas thank god!

doer, não doeu, mas fez-me uma impressão do caraças, pois a gaja estava situada na parte de cima da boca, e aquele empurra todo, e broca, e parte, e remexe, e "tá mesmo difícil", e atarraxa qualquer coisa, e puxa, e escava, e escava, e escava dentro do osso não é lá grande coisa blaaaaaaaaarggg...

nem quero imaginar quando algum dia tiver que tirar um siso...

por acaso é uma coisa marada, tirar dentes..numa altura em que a medicina dentária já está tão evoluída, tirar um dente continua a ser um acto tão bárbaro! valha-nos a bendita da anestesia...

bem, e suponho que marquei a minha última consulta...a ver vamos, aquela gente qualquer dia não me pode ver lá loll

(belo post deu aquela raizinha, hem!)

Mais uma moeda, mais uma volta!

hoje saí do dentista com a boca torcida..quem me viu deve ter pensado que sofria de algum tipo de paralisia facial.. por acaso, durante umas boas horas sofri sim, bah...

anyway, ia lá para fazer a restauração do tal dente (tem-se portado muito bem, por sinal), nada de muito chato, e como não levei anestesia quando fui fechar os canais, não estava a espera de levar hoje...mas levei...e bastante, que até estranhei.. também estranhei estar ali uma hora a sofrer todo o tipo de provações e mais algumas, quando as duas restaurações anteriores não foram assim tão penosas...
quando por fim ele dá aquilo por terminado, diz-me: "agora falta extrair a raiz e arranjar o dente do lado que está ficar com um pontinho escuro."
eu, que tinha acabado de levantar-me da cadeira, ainda toda atordoada, pergunto: "então e já não vamos substituir o chumbo ao lado deste?" a apontar pro dente que tinha sido restaurado..
e ele:  "ah não, estive a fazer esse também, porque o chumbo estava a interferir com a restauraração..."

O.o

...e PIMBA! ora aí esta a explicação para aquele escavanço todo: dois coelhos de uma cajadada só! saí de lá com dois dentes "novos" em vez de um  hi hi hi fiquei contente :)

tá quaseeee, tá mesmo quaseee, mas tá-se mesmo a ver que o pior fica sempre para o fim... avizinha-se uma manhã agonizante algures durante a próxima semana... buááaááá :'( mas não posso desistir, não vou desistir...mas não tiro o siso atravessado, isso fica para segundas núpcias!
12 de Março de 2008, às 20:22link do post comentar

13ª sessão de tortura

lembram-se daquele dente que eu disse que não queria tirar? tou a pagar caro por isso, bah!

hoje quando estava estendida na cadeira quase que mudei de ideias. desvitalizar um dente com 4 raízes (até me passei) tem muito que se lhe diga. anestesia em doses cavalares, boca aberta durante uma hora, instrumentos de todos os tipos, tamanhos e feitios, vários rx, sodomização... sei lá. sai de lá tonta com umas dores desgraçadas no maxilar que mal dou aberto a boca. ainda por cima fui logo avisada logo que isto ia doer quando a anestesia passasse, se tinha em casa alguma coisa mais forte que benuron, se não tinha que ir abastecer-me...claro que não foi preciso porque se há coisa que não falta nesta casa são drogas para dores. e pelo andar da coisa, vou ter mesmo que me encher delas...

e este ainda vai precisar mais de pelo menos duas consultas, isto se entretanto não se portar mal porque ele tem uma sentença de morte em cima :P

21 de Fevereiro de 2008, às 12:25link do post comentar ver comentários (8)

Porque é que tenho que tirar um dente que nunca na vida me deu problemas?

por acaso, há uns anos atrás, tive que tirar um igual àquele (um molar), no outro lado da boca, mas havia uma boa razão para tal: andava constantemente a ficar de cara inchada, tinha um abcesso enorme e houve uma altura que já só sobrevivia a painkillers.. fui com ele ao dentista e não havia nada a a fazer...mas este? este nunca me doeu, nunca me inchou a cara, nunca teve um abcesso, e para além disso é essencial para mastigar, por que raio é que vou ter que o tirar? ok, tá a criar infecção qualquer... perguntei se não havia mesmo alternativa e o dentista disse-me que podia restaurar e mante-lo supervisionado, e mal ele começasse a dar problemas saia logo...prefiro assim...tirar o outro custou-me tanto que nem me quero lembrar...e pior que tirar foi a salganhada que foi depois para aquilo sarar, sem contar que deixei de conseguir mastigar daquele lado...

o do siso que nasceu atravessado, também disse que devia sair...beh, logo sai quando estiver a estorvar, até lá, fica sossegado onde está.

a ponte, bem, porque nunca me explicaram como mantê-la limpa como deve ser, duas das raízes estão a desenvolver carie...então o dentista lá me explicou como limpar aquilo e disse que vamos manter a coisa debaixo de olho, mas mais cedo ou mais tarde, vai ter que ser substituída.. menos mal, tava à espera de notícias piores...

17 de Janeiro de 2008, às 19:37link do post comentar ver comentários (19)

Yay outra vez!

finalmente começo a ver resultados dos praticamente dois (atribulados) meses de idas semanais ao dentista. hoje foi a restauração de um dente que foi desvitalizado e está tão bem feita que o dente parece novo em folha, nem sei como foi possível salva-lo, tipo estava mesmo em mau estado... agora tenho mais dois para terminar a restauração, ou seja, metade da boca tá quasi, depois vem a outra, que é mais chata, tirar uma raiz e substituir chumbos (detesto chumbos) :P

ahhhhh é hoje que começa o sacana do inverno, não é? corno!
com que então, hoje vamos ter o dia mais pequeno do ano e a partir de agora é sempre a abir até ao dia mais longo do ano!
decidi que não vou ter frio este inverno e tenho dois aquecedores com essa missão, caguei pra conta da edp bah

...e por falar em edp, chegou a tão temida carta (carta não, agora é factura electrónica he he) de dezembro, a dos ajustes.. todos os anos apanho sempre grandes desgostos quando a abro, só que este ano, nem quis acreditar no valor que vi lá lol é muito menos do que tenho vindo a pagar nos últimos seis meses. naaaaice!
21 de Dezembro de 2007, às 19:00link do post comentar

Já cá faltava...

Após alguns meses de descanso, elas estão de volta. As dores de dentes!
Desta vez, doem-me os dentes da frente, que guess what, nem sequer são "vivos" ou coisa que se pareça :P (acho que é uma conspiração do meu corpo contra mim própria, por eu andar sempre a adiar o inadiável..)

11 de Maio de 2007, às 00:21link do post comentar ver comentários (1)

'Le me

tem idade suficiente para ter juízo, embora nem sempre pareça. algarvia desertora, plantou-se algures na capital, e vive há uma eternidade com um gajo que conheceu pelo mIRC.

no início da vida adulta foi possuída pelo espírito da internet e entregou-lhe o corpo a alma de mão beijada. é geek até à raiz do último cabelo e orgulha-se disso.

offline gosta muito de passear por aí, tirar fotografias, ver séries e filmes, e (sempre que a preguiça não a impede) gosta praticar exercício físico.

mantém uma pequena bucket list de coisas que gostava de fazer nos entretantos.

de resto, é ler o blog :D

'Le liwl

era uma vez um blog cor-de-rosa que nasceu na manhã de 16 de janeiro, no longínquo ano de 2003, numa altura em que os blogs eram apenas registos pessoais, sem pretensões de coisa alguma. e assim se tem mantido.

muitas são as fases pelas quais tem passado, ao sabor dos humores da sua autora. para os mais curiosos, aqui ficam screenshots das versões anteriores:
#11 #10 #9 #8 #6 #5 #4

follow us in feedly  Seguir nos Blogs do SAPO

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.