Constatações XIV

ainda sou do tempo em que as crianças só recebiam presentes em alturas muito especificas: pelo aniversário, pelo dia da criança, se transitassem de ano escolar, e pelo natal.

o natal era a ocasião mais fixe, porque tínhamos um certo controlo naquilo que íamos receber. escrevíamos uma cartinha com os nossos desejos, e ficávamos na expectativa que algumas coisas dali caíssem no sapatinho. tínhamos motivos reais para ficar excitadíssimos pela chegada do pai natal.

depois crescemos, e começamos a descobrir que uma das vantagens de ser adulto é precisamente não ter que esperar por certas alturas para "ganhamos" presentes. no sir, natal é quando o homem a mulher quiser!

e se tenho levado essa máxima à séria! tava aqui a pensar, que se tivesse mandado embrulhar todas as compras que fiz entre 24 de novembro de 24 de dezembro, tinha rivalizado com muita criancinha pelo número de presentes debaixo da árvore. só não seria tão divertido porque já sabia o que estava dentro dos coloridos embrulhos.

depois não admira que o natal comece a perder a piada lol (ainda que seja apenas um dos muitos motivos)

26 de Dezembro de 2016, às 17:14link do post comentar

Constatações XIII

levo 364 (ou 365) dias à espera deste dia, e quando o cabrão finalmente chega, passa a voar..

20 de Junho de 2016, às 18:49link do post comentar

Constatações XII

passei anos a tentar ver-me livre do sotaque.. agora que finalmente já vou pronunciando as palavras de uma forma neutra, começo a ficar com pena : /

31 de Outubro de 2015, às 21:47link do post comentar ver comentários (1)

Constatações XI

o problema de ter passado os últimos anos a simplificar, optimizar, e especialmente a relativizar tudo e mais alguma coisa na minha vida para não ter chatices, é que isso acaba por tornar-me os dias um bocado tediosos. tipo, no pasa nada.. bah!

18 de Maio de 2015, às 21:17link do post comentar(2)

Constatações X

quando era novita e pouco experienciada nestas coisas da vida, fazia-me muita espécie que as pessoas fizessem férias ano após ano após ano sempre no mesmo sitio. quêd'zer, o mundo é um lugar tão vasto, há tanta coisa gira para ver e vocês, seus chatarrões, caem-me aqui todo santo verão. pedem a mesma comida, têm os mesmos horários, e os mesmos tiques. haja cú..

 

mil anos depois, dou por mim a fazer *exactamente* a mesma coisa: a não perder uma oportunidade para me ir enfiar nos mesmos sítios onde vou vezes e vezes sem conta, onde já tenho rotinas instaladas, onde sei com o que posso contar, onde conheço caras. tornei-me numa "daquelas pessoas"... ráispartam a vida, mais os bailes que ela nos dá :D

23 de Julho de 2014, às 23:52link do post comentar ver comentários (1)(1)

Constatações IX

não sei o que é que foi feito do mês de abril e maio está a levar o mesmo caminho.. daqui a nada estou no inverno outra vez e nem dei por isso :P

11 de Maio de 2014, às 01:00link do post comentar

Constatações VIII

comé que aprender a pintar a merda dos olhos consegue ser tão complicado?? FDX..

..ainda fico cega :P

19 de Dezembro de 2013, às 00:36link do post comentar ver comentários (7)

Constatações VII

ontem ao fim da tarde, estava eu sentada numa daquelas hamburgarias hipster (que agora deram em brotar como cogumelos no outono), com vista para uma cafetaria não menos hipster, e a admirar a movimentação dos hipsters que cruzavam as ruas, e não sei se foi do frio, ou da escuridão precoce do dia, ou da estética destes novos espaços, mas dei por mim a aperceber-me que, estava em plena lisboa, mas também podia estar em amsterdão ou madrid, que o feeling era exactamente o mesmo.. gostei disso!

also, apesar de não ser grande fã de capitais, tenho que começar a ganhar coragem para conhecer mais umas quantas :)

25 de Novembro de 2013, às 01:05link do post comentar ver comentários (2)

Constatações VI

um dos motivos que faz com que raramente comente em blogs alheios é ter receio da interpretação que os outros possam fazer das minhas palavras, especialmente quando o assunto é delicado, tipo divergência de opiniões. como prefiro dar respostas mais construtivas do que um simples "bom post" ou "concordo plenamente" é um risco que corro. é que ao não ouvir o meu tom de voz nem a observar a minha expressão facial e até mesmo linguagem corporal, quem está do outro lado pode levar a coisa demasiado a peito (inclusive detrupar o teor da mensagem) e responder na defensiva sem necessidade disso.

às vezes é desagradavel e tira-me um bocado a vontade de "socializar" mais neste meio..

 

também acontece comigo, mas por estar ciente deste promenor (que é como quem diz - já me ter queimado umas quantas vezes), quando alguém desconhecido comenta os meus posts e o tom da mensagem não é imediato, tenho o cuidado de fazer várias leituras para não cair no erro de interpretar mal aquela pessoa. às vezes prefiro não responder a fazê-lo de forma desadequada..  

 

imo, é um dos grandes handicaps da internet.. debater ideias é suposto ser saudavel, mas até inventarem uma forma de passar virtualmente estes elementos físicos tão importantes para a comunicação, vão sempre existir mal-entendidos.. até mesmo nas redes sociais, onde estamos rodeados de pessoas mais ou menos conhecidas e logo mais à vontade para nos expressarmos, acontece com frequência. 

Constatações V

para uma pessoa que ODEIA tempo frio, vento, chuva e humidade, tou a levar este "inverno" muito na desportiva… :P

'Le me

tem idade suficiente para ter juízo, embora nem sempre pareça. algarvia desertora, plantou-se algures na capital, e vive há uma eternidade com um gajo que conheceu pelo mIRC.

no início da vida adulta foi possuída pelo espírito da internet e entregou-lhe o corpo a alma de mão beijada. é geek até à raiz do último cabelo e orgulha-se disso.

offline gosta muito de passear por aí, tirar fotografias, ver séries e filmes, e (sempre que a preguiça não a impede) gosta praticar exercício físico.

mantém uma pequena bucket list de coisas que gostava de fazer nos entretantos.

de resto, é ler o blog :D

'Le liwl

era uma vez um blog cor-de-rosa que nasceu na manhã de 16 de janeiro, no longínquo ano de 2003, numa altura em que os blogs eram apenas registos pessoais, sem pretensões de coisa alguma. e assim se tem mantido.

muitas são as fases pelas quais tem passado, ao sabor dos humores da sua autora. para os mais curiosos, aqui ficam screenshots das versões anteriores:
#11 #10 #9 #8 #6 #5 #4

follow us in feedly  Seguir nos Blogs do SAPO

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.