Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

lost in wonderland

lost in wonderland

Constatações XVII

Maio 29, 2019

[ vou já avançando com um pedido de desculpas às pessoas mais sensíveis, que este post pode ter um efeito um bocado depressivo. mas isto tá-me atravessado há uns dias, e ando muito necessitada de ventilar ]

tão a ver aquela expressão, geralmente acompanhada de um risinho nervoso, numa de desvalorizar o peso do número, que "os 40 são os novos 30"?

nada como estar em duas festas de aniversário em simultâneo, uma dos 30 e outra dos 40, para ver o tamanho da mentirona que está imbuída nessa expressão, e sentir o peso esmagador da idade, e o choque das gerações.

estar no meio daqueles putos todos, com a jovialidade à flor da pele, a luminosidade e a textura polida da tez, sem rugas nem olheiras das preocupações e das chatices que a década mais adulta das nossas vidas estendeu à nossa passagem, sem flacidez a denunciar a derrota contra a gravidade, cheios de energia, a saltar e a berrar a noite toda, porque sabem que amanhã não vão acordar com o corpo a ganir, nem levam três dias a curar a ressaca.. não é nada fácil.

a quem é que estamos a tentar enganar? os 40 não são os novos 30.. os 40 são os 40, MESMO!

...e 10 anos não são nada. 10 anos passam a voar!

ah e tal, não trocava a minha experiência de vida por uma aspecto mais jovem. será que não mesmo? experiência de vida é muito fixe... mas vem com um preço muito alto...

só por causa das coisas, decidi nunca mais na vida usar essa expressão. amuei.

Ser adulto é muito giro

Maio 21, 2015

... só que vai-se a ver e não é assim tão fixe como tudo isso : /

uma pessoa cresce e quer ter casa, porque toda a gente sabe que a melhor parte de ser adulto é teres uma casa só para ti, para não prestares cavaco a ninguém sobre as horas que sais e chegas. nem levares nas orelhas se te der a preguiça e parecer que vives numa pocilga.

só não tinhas percebido até então, é que vais ficar agarrado o resto da tua vida a um empréstimo que vai fazer a casa custar 2 ou 3x mais do que o preço que a compraste, mais ao IMI que é um roubo à descarada, mais o cabrão do condomínio que tens que pagar todos os meses...

parva, arrendasses!!

ho ho ho querem lá ver que arrendar também não tem dores de cabeça próprias..

depois há contas para pagar. electricidade, água, gás, comunicações, hoje em dia é impossível viver sem essas comodidades.

e uma pessoa até se esforça. tens o cuidado de escolher o tarifário que melhor se adapta aos teus hábitos, e cumpres os períodos económicos à risca. tentas controlar os consumos, pois já se sabe que eles cobram-se a peso de ouro. envias as leituras a tempos e horas, enquanto fazes a comparação com o mês anterior e pensas "uau, este mês consegui poupar uns quantos kWh, vou pagar menos!"

só que depois chega a factura, e toma lá aumento nas tarifas (ou no IVA), ou uma taxinha nova para compensar o teu empenho em seres poupadinha. água idem, paga-se quase mais taxas e merdas do que consumo.

e depois ter que fazer compras.. e cozinhar.. e limpar a casa.. e tratar da roupa.. e resolver burocracias idiotas... e tempo livre para vegetar? não sobra muito, pois não? pois...

e não vamos esquecer o carro, esse símbolo que marca a nossa entrada na idade adulta e convenhamos, dá um jeitaço do caraças ter um meio de transporte próprio, sempre disponível.

..só que o combustível está tão caro que perdes a vontade de sair com ele. queres circular pela autoestrada porque é mais cómodo e chegas mais rápido, mas onde és enrabado pela concessionarias a cada km de asfalto que percorres. o seguro que és obrigado a ter também não sai barato, mas como é um mal necessário, aí não estrebuchas muito - mas ai de ti! contratar um barato, porque tens o azar de espatifar o carro e ficas agarrado ao cú.

revisões todos os anos, especialmente quando é novo, porque se tiver algum problema e não estiver lá registado no livrinho que foste arrotar 200 ou 400€ por cada revisão, a marca faz-te um manguito e pagas tu a factura da reparação. e não esquecer as inspecções periódicas obrigatórias, primeiro a cada dois anos, e depois, anualmente.

o IUC, ai mãe, o cabrão do IUC... até fico com nervos só de pensar na alarvidade que nos cobram deste imposto. aumenta todos os anos e não é pouco.

ah, e se a tua rica casinha não tiver garagem, e não quiseres deixar o teu popozinho novo a dormir ao relento, e exposto aos fenómenos meteorológicos e à condição humana, arrotas mais uns euros para arrendar um lugar numa garagem.

depois existem aquelas instituições especializadas em chupar-te o tutano, os bancos (e financeiras também). altruístas que só eles, sempre dispostos a tornar os nossos sonhos realidade, e aos quais nos entregamos de mão beijada sem sequer pestanejar, "está aqui a minha alma, onde é que assino?". mas tem que ser, se quiseres a casa dos teus sonhos, ou o popozinho para dar umas voltas.

mas tudo muito bem.. ou então não. em não cumprindo as regras lá deles, (e porque pagar taxas e juros altíssimos, mais comissões e impostos dos movimentos que fazes com o teu dinheiro ou do dinheiro que te emprestam não é suficiente) ainda te cobram a manutenção da conta.. uma conta que és obrigado a ter porque é para lá que vai direitinho o teu salário.

e uma das minhas favoritas: obrigam-te a ter um cartão de crédito (porque senão recusavam-te o crédito à habitação), mas se não o usares - porque és uma pessoa ajuizada e não queres dinheiro que não é teu - tens que pagar uma mensalidade. preso por ter cão e por não ter... a sério, quem se lembra destas merdas é um génio!

ah...e agora também tens que pagar 10 cêntimos pelos sacos de plástico onde transportas as compras do supermercado, que apesar de rascas, serviam perfeitamente para forrar o caixote do lixo e sempre poupavas uns trocos em sacos para o efeito.. agora nem isso.

entretanto olhas para o recibo do ordenado e ficas com vontade de cortar os pulsos quando te apercebes da quantidade que fica retido para o estado, em IRS e SS, mais a filhaputisse da sobre-taxa.. enfim, não cortas os pulsos porque precisas deles para trabalhar e pagar contas, tens que te contentar em disparar rajadas de ordinantes, na vã esperança que consiga anestesiar a tua fúria.

o estado dá-te umas abébias. ah e tal, "se pedires factura daquilo que consumires, podes abater uma percentagem do IVA quando entregares o IRS" e tu pensas, "fixe! finalmente uma medida justa" porque se não podes fugir não achas justo que os outros fujam, que se isto for dividido por todos dói menos.

..só que vais pedir factura num qualquer estabelecimento comercial, és olhado como se estivesses a cometer um crime! e não te livras de sair de lá sem ouvir "boa sorte pro carro!".. puta que pariu!

e isto é só a ponta do iceberg... mas porque eu não tenho filhos, a minha vida é um mar de rosas (pode parecer, mas não estou a ser irónica).

fuck that shit!

Os 10 mandamentos do supermercado

Janeiro 02, 2014

ontem, ao arrumar a despensa e reparar na quantidade de coisas fora da validade que prá lá tinha, decidi elaborar uma lista de regras para as idas ao supermercado e obrigar-me a percorrê-la mentalmente antes de enfiar seja o que for no cesto.

tão saiu-me isto:

1. não comprarás especiarias que não seja habitual usares, apenas porque gostas de coleccioná-las;

2. não comprarás ingredientes estranhos sob o pretexto de poder surgir alguma receita que necessite deles ou que sirvam apenas para tornar os pratos mais giros;

3. não comprarás um ingrediente se apenas precisares de um cagagésimo do conteúdo da sua embalagem - é preferível ignorares esse ingrediente ou substitui-lo por outra coisa;

4. pensarás duas vezes antes de te meteres com experiências culinárias obscuras, que necessitem de ingredientes obscuros;

5. verificarás sempre a composição dos produtos, para mais tarde não te arrependeres da compra;

6. não darás segundas oportunidades - se não gostaste à primeira, nada te garante que vais gostar à segunda;

7. darás extrema importância à data de validade daquilo queres trazer;

8. darás preferência a produtos embalados em doses individuais para evitar desperdícios;

9. apenas comprarás a granel se tiveres certeza absoluta que vais consumir tudo antes do prazo expirar;

10. se pensares preparar algo com ingredientes frescos, FAZ LOGO antes que se estraguem.. ou então desiste ainda no supermercado;

 

espero que seja suficiente para me impedir de fazer certas compras :P

'Le me

tem idade suficiente para ter juízo, embora nem sempre pareça. algarvia desertora, plantou-se algures na capital, e vive há uma eternidade com um gajo que conheceu pelo mIRC.

no início da vida adulta foi possuída pelo espírito da internet e entregou-lhe o corpo a alma de mão beijada. é geek até à raiz do último cabelo e orgulha-se disso.

offline gosta muito de passear por aí, tirar fotografias, ver séries e filmes, e (sempre que a preguiça não a impede) gosta praticar exercício físico.

mantém uma pequena bucket list de coisas que gostava de fazer nos entretantos.

'Le liwl

era uma vez um blog cor-de-rosa que nasceu na manhã de 16 de janeiro, no longínquo ano de 2003, numa altura em que os blogs eram apenas registos pessoais, sem pretensões de coisa alguma. e assim se tem mantido.

muitas são as fases pelas quais tem passado, ao sabor dos humores da sua autora. para os mais curiosos, aqui ficam screenshots das versões anteriores:
#12   #11   #10   #9   #8   #6   #5   #4

seguir nos blogs do SAPO

email: isa [ arroba ] sapo [ ponto ] pt

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

'Le Archive

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2007
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2006
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2005
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2004
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2003
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D