#nãosoutáxi

a propósito de mais uma birra greve dos taxistas, aqui fica uma história da carochinha:

certa madrugada (os detalhes agora não interessam) decidimos apanhar um uber para o aeroporto de barajas. o percurso surge na app, com a estimativa do custo. não era nada do outro mundo, e àquela hora já só queríamos era descansar, por isso venha daí esse uber.

minutos depois, surge um sedan preto impecável. o motorista, muito simpático, mete conversa mal arrancamos. topa que somos turistas, e que não estávamos com muita pressa, e que pela descrição do que nos tinha levado àquele ponto onde nos apanhou, se calhar nem por isso andávamos muito apertados de carcanhol. tão fez o que os taxistas espertalhões gostam de fazer: seguiu pelo caminho mais comprido...

...e nós, no banco de trás, de app ligada a acompanhar o desvio, de queixo caído por o gajo nos estar a fazer de patos. mas não dissemos nada. continua lá com o teu plano, amigo. 

se calhar se fosse durante o dia, a tour não solicitada até teria algum interesse, mas a altas horas da madrugada, não se via porra nenhuma..

eventualmente, chegamos ao aeroporto. demorou o dobro do tempo, percorremos o dobro da distância, e claro está, a uber cobrou o dobro do preço inicialmente previsto. 

assim que o resumo da viagem surge no ecrã, o homem não vai de modas e faz uma coisa que por esta altura da história da humanidade, já devia ser obrigatório existir em todos os táxis e viaturas de transporte de particulares: pediu a revisão da tarifa.


poucos minutos depois, dinheiro cobrado a mais pelo grosseiro desvio do motorista foi devolvido. caso encerrado!

se tivesse acontecido com um táxi, tínhamos ficado a arder em 15€. como foi a uber, pagámos o que era suposto. espertalhões existem em todo o lado, mas felizmente também existem formas de lhes fazer o tiro sair pela culatra. 

quanto aos taxistas tugas, continuem a fazer greves e não se actualizem que não é preciso...

PS.: este post não é patrocinado pela uber, aliás, a uber é uma ruína para as minhas finanças. além disso, já temos apanhado uns ubers bem merdosos, que lhes mereceu umas semanas de castigo como forma de protesto. ainda assim, mil vezes uber!

    19 de Setembro de 2018, às 19:20link do post comentar(1)