Isa vai ao ginásio: motivação

ultimamente tenho sofrido com a quebra de motivação.. a minha cenoura tá a ficar para trás e isso de #ateaoveraoficoboazuda infelizmente não funciona comigo. qualquer coisa a respeito de aprender a aceitar as nossas banhas o nosso defeito (eventualmente atiramos a toalha ao chão e assumimos que aquilo vai morrer connosco)..

sem motivação, as sessões tornam-se secantes, para não dizer penosas. estar a malhar com pouca vontade não é muito fixe. daí que se está a tornar num duelo entre titãs, a parte do meu cérebro que controla a emoção, e a que controla a razão,

"sua preguiçosa, (envia um impulso para a mão cravar as unhas numa nádega) tanto tempo investido para ganhar esta fibra toda e agora queres-te cortar? isso vai desaparecer em menos de nada!", grita uma.

"maaaaaaaas cuuuuusta taaaaaaanto", choraminga a outra.

reconheço que fazer exercício fisico com frequência tem-se revelado bastante útil, por exemplo, não me canso a arrumar a casa, nem a correr para apanhar autocarro, e subir a estação de metro do chiado não custa muito (subo as escadas pelas escadas rolantes, não abusemos muhahahh)

mas tenho que arranjar forma de reaver a motivação. talvez arranjar uns desafios. ou um PT que se ponha aos berros comigo e me faça sentir uma morsa. ou fazer análises, pode ser que os valores do cóstrol me ponham em sentido. ou comprar uma roupinha gira, toda colorida, que me faça parecer um reclamo de neon com pernas (é capaz de ser má ideia, ainda atraio a mosquitagem toda das redondezas).

puf... invejo *tanto* aquela malta que tem vontade espontânea de se mexer, que está sempre pronta para ir para o ginásio ou dar uma corridinha..

6 de Maio de 2016, às 23:28link do post comentar