¡Hola, España!

era uma vez umas férias de verão que estiveram para não acontecer... se não tivessem sido marcadas com seis meses de antecedência!

...ya, aquilo que eu estou sempre a queixar-me que detesto fazer. juro pela minha rica saúde que nunca mais me vão ouvir a implicar com esse tema 😅

esta história começa quando decidi que queria ir ao concerto de nine inch nails no madcool, em madrid. andava há anos a deixar escapar oportunidades, e meti na cabeça que deste ano não passava! havia um zum-zum que eles também vinham ao alive, mas a coisa não atava nem desatava e não quis arriscar que os bilhetes do madcool esgotassem. mais a mais, não sou fã do alive, e o cartaz do outro enchia-me as medidas.

mas contas feitas, entre os passes para o festival, voos, alojamento, comida e transportes, ir aos três dias era um rombo enorme no orçamento... por isso, e com muita pena minha que já não ia ver tame impala, nem justice, nem massive attack, decidimos ir apenas ao dia de realmente interessava.

...só que o rombo acabou por ser ainda maior 😂

tão já que não íamos aos três dias do festival, tive uma daquelas ideias peregrinas. fui espreitar o preço dos voos de madrid para maiorca.. e gostei MUITO do que vi!

tão foi assim que numa fria noite no inicio de janeiro, compramos os passes para o dia de NIN, os voos de LIS > MAD > PMI and back, reservamos alojamento para cinco dias em três zonas de maiorca, e esquecemos o assunto.

fast forward até meados de junho.

tava a marcar um consulta quando "senti" que havia qualquer coisa de errado com a data que tinha acabado de aceitar, apesar do calendário mostrar-me que estava livre. como aprendi a desconfiar destas cismas, mandei uma mensagem ao homem para confirmar o dia que voávamos para madrid. o homem checka a data e... oh fuck!! 

a um mês de arrancarmos para espanha, descobrimos que fizemos cócó na data do primeiro voo muhahahah. ora, como alterar o voo tão em cima da hora estava fora de questão, restava-nos ficar um dia a mais em madrid... OH. QUE. CHATICE!!! lol felizmente ainda não tínhamos marcado o hotel, porque em janeiro não vimos nada que agradasse.

resumindo: oito dias por terras espanholas, três em madrid, cinco em maiorca. como já sabíamos ao que íamos, não fizemos planos. à parte dos sítios escolhidos para dormir (que isso convém ficar logo fechadinho para evitar stresses), íamos para onde nos apetecia e fazíamos o que nos desse na telha. as férias acabaram por ser bastante diferentes do habitual: tranquilas, super descontraídas, e muito.. muito.. preguiçosas!

to be continued...

27 de Julho de 2018, às 00:30link do post comentar