Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

lost in wonderland

lost in wonderland

Algum dia teria que ser...

Maio 14, 2009

o furas não tem andado bem...

na terça notamos que não conseguia ir à casa de banho e ficamos preocupados, podia ser algum bloqueio nos intestinos, alguma coisa que ele tivesse comido que não devia.
levamos o gajo à clinica de urgência. o vet que lá estava não percebia de furas, mas rx feito e ao telefone com o nosso vet lá chegaram a conclusão que podiam ser as glândulas anais que estavam obstruídas e ele não conseguia fazer cócó por causa das dores.. vazar as glândulas foi de longe a coisa mais cruel que já fizeram aquele bixo, pelo menos acordado.. tive que sair da sala, mas ouvi-o.. o marido ficou lá a segura-lo, e não saiu de lá com boa cara, e não foi só por causa do cheiro nauseabundo que saiu do cú daquele pobre animal...

na quarta achamos que não o devíamos deixar sozinho porque ele tava mesmo muito estranho. apático, meio desorientado, fraco, e parecia que estava com diarreia.
o marido ficou a trabalhar em casa para poder vigia-lo. a única coisa que conseguiu faze-lo comer foi carne de peru. água teve que ser forçado a beber, e cócó.. tá quieto.
à noite fomos comprar malte, a ver se servia de alguma coisa.. lá prás cinco da manhã, foi finalmente fazer uma caganita e comer ração. depois enfiou-se na cama comigo, o que só por sí é bom sinal :)

esta manhã estava estranho. batia com o focinho em todo o lado, parecia que não sabia por onde andava e parecia ter palpitações na barriga..
não conseguia ve-lo assim durante mais tempo e à tarde levei-o a oeiras, ao vet dele, para ser visto e apalpado e essas coisas todas..

a coisa começou bem..com os resultados do exame de despiste da doença adrenal, que já tinham chegado das americas e que acusaram positivo...
só não me caíram os tomates quando o vet me disse que ele tinha a doença, porque não os tenho, e no fundo, já esperava aquele resultado..

a boa noticia é que foi detectado muito cedo, a má noticia é que mesmo assim, o melhor a fazer é operar e extrair as glândulas. a outra solução era levar injecções todos os meses até ao fim dos dias dele, mas sem resultados garantidos, e com um preço a pagar mais elevado..
e ele podia viver com a doença? até podia. mas não quero o meu furas careca e em pele e osso..não, aquele peludo é demasiado precioso!

depois foi examinado. o gajo até parece que gosta daquelas apalpadelas todas, pois nem se mexe. depois o vet teve a ver o rx que tiramos na terça, e decidiu fazer analises ao sangue. mais uma anestesia..a 3ª num mês :(

quando acordou da anestesia, deu duas voltas ao gabinete, escolheu o canto que mais lhe agradou, e pimbas, sai um belo dum biscoito fumegante pra mesa 5! o primeiro que vejo desde o fim-de-semana!
não sei se foi a coisa que se compôs por obra e graça do menino jesus, se foi o malte que lhe demos, se as massagens que levou do vet, mas desentupiu..

aparentemente, tá tudo dentro da normalidade.. não se entende a falta de vontade de ir à casa de banho ou a apatia/desorientação que ele tem tido (a não ser que sejam já sintomas da doença adrenal)... é esperar e reportar qualquer comportamento mais estranho... o que vale é que sejam nove da manhã ou nove da noite, o vet está contactavel..

Socorro! Vivo rodeada de junkies!

Abril 27, 2009

local: cozinha
hora: de jantar

pizza. mal se lembrou que já não tinha piri-piri (liquido) o marido entra em pânico. cobre a pizza dele com pimenta moída, numa tentativa vã de substituir o picante. dá uma dentada e queixa-se que não é a mesma coisa. lembra-se que tem um pacote de malaguetas algures. mas onde?

desesperado, anda feito vai-e-vem entre o armário das especiarias e o armário-despensa. tira metade das coisas cá para fora enquanto geme "i'm in paaaain, i'm in paaaain". não encontra e desiste. senta-se, dá outra dentada na pizza e levanta-se novamente à procura, já em agonia. já farta da confusão, mando-o sentar-se e resumo a procura.

encontro o pacote das malaguetas e passo-lhe. ele, de olhos esbugalhados, desfaz três malaguetas por cima da pizza. "ahhh..foda-se, nada à ver!" e come todo contente. quando acaba queixa-se que tem os lábios rebentados, mas que valeu a pena!

o outro lambão, sabe que tem um bocado de carne de perú a descongelar em cima da bancada, e deita-se no chão mesmo por baixo do local, tipo cão de guarda. acha que a coisa tá a demorar, levanta-se e vem-se empoleirar nas pernas dos donos. os donos fazem-lhe umas festinhas, mas não é aquilo que ele quer. volta pro local e deita-se outra vez. depois levanta-se e empoleira-se na porta do armário, e estica-se o mais que consegue, a snifar o ar. depois desiste e deita-se, depois levanta-se. anda nisto até ao momento que finalmente alguém lhe põe a tacinha à frente do focinho. sorve a carne e vai-se deitar.

kórror!

Furas no vet outra vez

Abril 20, 2009

na quarta passada encontramos uma ferida na barriga do furas e ficamos logo aflitos, que aquilo não tinha grande aspecto.  tivemos a limpar e a tentar perceber qual teria sido a causa, pois sem ser arranhões, nunca tínhamos visto uma ferida no furas. donos mais maricas este bixo arranjou...
pensamos que podia ser algum carrapato, mas não conseguimos encontrar nada..decidimos leva-lo ao vet no dia seguinte, mas ele só vinha a almada na sexta e eu não conseguia ir a oeiras, então, teve mesmo que esperar..

já há umas semanas que andamos para leva-lo ao vet e a tal ferida ajudou à decisão. o facto dele ter recomeçado a marcar território e andar ligeiramente mais agressivo é mau sinal...

foi apalpado exaustivamente pelo vet, que disse que lhe parecia estar tudo em ordem, e quando examinou a ferida, que entretanto já tinha sarado, disse que podia ter sido alguma mordida, mas que não estava lá nada..menos mal.
disse que para a idade dele estava muito bem. o pêlo impecável, os órgãos no lugar certo e com as dimensões normais, apenas franziu a sobrancelha a um dos rins.
depois tivemos a falar sobre o facto de ele andar a manifestar sinais típicos de cio e o vet disse que realmente pode ser problemas na adrenal (umas glândulas), e quanto mais cedo se descobrir, mais cedo se começa a tratar.

 teve a falar nas varias opções de diagnostico e aconselhou umas analises todas xpto para detectar anomalias nos níveis hormonais. aceitamos a sugestão e ele foi anestesiado para tirar sangue.

enquanto ainda tava meio grogue da anestesia, o vet foi-lhe espreitar os dentes e aquilo não tava com grande aspecto... aquele diabo não deixa ver a boca e estava a esconder uma gengivite.. da próxima vez que for anestesiado, vão-lhe tratar daquilo.

não marcamos logo a ecocardiografia ao coração, vamos esperar pelos resultados das analises para saber se é preciso fazer também uma ecografia à adrenal, e aproveitar para fazer tudo de uma só vez. e em agosto volta a fazer check-up, analises ao sangue completas e rx.

tem mesmo que ser assim, olhinho atento a qualquer alteração..a esperança média de vida deles é de 8 anos, ele tá com 5... e nós queremos que ele se aguente o máximo de tempo possível, mas melhores condições possíveis :)

E porque o bixo mais fofo do mundo faz anos hoje..

Março 23, 2009

hoje é um dia importante, o furas faz 5 anos!

..e deve ter sido por causa disso que decidiu armar-se em peste logo pela madrugada, não nos deixando dormir sossegados. ainda estava escuro, mas já ouvia o metro para cima e para baixo, suponho deviam ser umas 5 ou 6 da manhã. não parava de lamber e morder-me as pernas, e os braços, e a cara. normalmente, ele faz isso quando não tem água ou comida. mas desta vez tinha, e fui eu a vitima (costuma ser o marido)...

as sete da manhã tive que mete-lo para fora do quarto e fechar a porta, que queria dormir mais um bocado e já não podia com ele. depois começou a arranhar na porta para entrar e também não deixava dormir. abri-lhe a porta e resumiu as dentadas nas minhas pernas. obrigou-me a fecha-lo na cozinha...

uma hora depois, quando finalmente tive que sair da cama, fui à cozinha e o rapaz tinha cagado e mijado à porta, tipo "toma lá qué pra aprenderes"..

não entendo o porquê daquela violência logo pela manhã.. nestas alturas ele fica sempre um bocadinho mais agressivo, suponho que seja por causa da época de cio..não tem e tem, ao mesmo tempo...

como prenda de anos, vai ao vet, fazer uma panoplia de exames, para ver como está o coração e restante engrenagem, que eu quero tê-lo por cá mais uns anos, mesmo a levar dentadas todas as primaveras.

 

5 years

Ora aqui está algo que eu já não fazia há uns bons 5 ou 6 anos...

Setembro 21, 2008

...comprar um mangá! lol

..mas não é um manga qualquer! acho que nunca tinha ficado tão histérica em plena fnac, com um manga na mão, ainda por cima cor-de-rosa. nem sequer nos meus tempos áureos de fã de anime!

é que ainda por cima que é um manga "falsificado", porque os autores são americanos lol

a razão é simples, este manga para pitas, chamado peach fuzz ( ou em português, princesa pêssego), é nada mais nada menos que um manual encapotado sobre furas: comportamentos, cuidados básicos, educação, e todos os aspectos inertes a ter um furas. quem criou esta história tem e adora furas, porque está muito divertido e conciso. retrata mesmo o espirito da coisa!

 


 

é basicamente, a história de uma pita de 9 anos que arranjou uma furas com manias de realeza, e não faz a mínima ideia do que é ter um bixo destes. por acaso tá muito giro, e se as pitas pegam nisto, prevejo uma enchente nas lojas de animas a perguntar por furas...



já saíram mais dois volumes, vou ver se lhes ponho a mão em cima, a asa apenas tem o primeiro disponível, mas não vou esperar pelos outros, a amazon dá conta do recado!

017 - Levar o furas ao vet. para fazer uns exames

Agosto 12, 2008

esta apanhou-nos de surpresa...

o furas é um bixo que, por uma sorte do outro mundo, nunca esteve doente. nem uma única vez!

acontece que está a ficar velho, 4 e meio anos para um bixo destes é obra. e já havia muito tempo que queríamos leva-lo a fazer exames a ver se estava realmente tudo bem... mas é naquela, ele não parece mal, e nós vamos deixando andar...

na segunda passada, o gajo teve um ataque de tosse brutal, que nos fez saltar da cama. no espaço de 10mn teve mais dois ataques parecidos. ele já tem tossido, mas nunca assim!
ficou decidido que tinha que ir ao vet. a.s.a.p., pois sabemos bem que, quando eles revelam algum sintoma, significa que o mal já está feito e todos os minutos contam...

o vet dele só vem a almada às quintas e nós não íamos três dias para ver que raio de tosse vinha a ser aquela... e leva-lo a outro vet que não tivesse experiência com furas estava fora de questão.
por sorte o marido ainda tinha o contacto do vet e telefonou-lhe para saber se era possível ele ver o bixo. nesse dia ele estava numa clinica em oeiras, e foi lá que eu fui com ele.

a consulta foi demorada e ele teve que ser anestesiado para lhe fazerem análises e tirar um RX, tadito..
os resultados das análises vinham bons, tudo dentro dos valores normais, mas a radiografia revelava algo estranho, o lado direito do coração estava ligeiramente maior que o normal. isto levou a que o vet ficasse desconfiado de uma doença que dá costuma aparecer moços, que eu não sabia o que era, mas quando descobri, ia-me dando uma coisa má... cardiomiopatia.

 

rx

 

anyway, ele não quis confirmar o diagnostico sem antes fazer uma ecocardiografia, que foi marcada para a quinta seguinte, em almada.
deu-lhe ainda uma injecção de cortisona, a ver se acabava com a tosse, e realmente, não voltou a tossir, pelo menos daquela forma.

durante esses três dias andei a cozer em lume brando, a tentar habituar-me à ideia que corria o risco de ficar sem o furas em poucos meses...era mau demais para ser verdade........

e eis que chegou finalmente o dia da eco.
o furas foi novamente anestesiado, desta vez, com gás, e cortaram-lhe o pelito na zona do peito. nós assistimos ao exame. demorou quase uma hora. foi mesmo, mesmo minucioso!

e por fim, estava encontrado do problema que fez o lado direito do coração aumentar de volume. segundo o vet que fez a eco, o furas nasceu com uma má-formação, muito provavelmente genética, no coração: uma fuga numa das válvulas do ventrículo esquerdo, que faz passar sangue para o direito..

então, a dilatação do lado direito do coração deve-se ao facto do trabalho extra que o ventrículo tem tido este tempo todo, ao ter que bombear não só a quantidade de sangue que lhe compete, e mais o extra que entra lá para dentro, vindo do outro.
por sua vez, essa dilatação está a roubar espaço ao pulmão. e estão explicados os episódios de tosse..

não há muito a fazer, ele nasceu com aquilo e provavelmente é graças as vida sedentária que leva, que ainda está vivo. o vet não aconselhou medicação para já, pois ao tentarmos controlar um dos lados, o outro iria sofrer, e mal por mal, fica com está... mas aquele coraçãozito dele vai ter que ser monitorizado, o que implica uma eco a cada seis meses. a única medicação que ele pode vir a precisar é para controlar os sintomas que advêm daquela condição, como os ataques de tosse, depois logo se vê se vai precisar de ser medicado para controlar o ritmo cardíaco..

a ver vamos, mas pelo menos o prognóstico é muito melhor que o da outra doença, caso se confirmasse..

de resto, está tudo nos conformes :)

 

O furas sabe como deixar-me deprimida!

Julho 09, 2008

hoje atravessei lisboa para ir levantar uma encomenda vinda de espanha, cheia de coisas pro meu diabrete. perdi uma hora da minha vida e despertei à procura da sede da transportadora, que ficava mais escondida que eu sei la, porque não me podiam ir levar aquilo a casa a horas decentes. fartei-me de andar e fiquei cheia de dores dos braços por carregar a caixa de seis quilos.

chego a casa, chamo pelo bixo, abro a caixa, que pesava cinco vezes mais que ele, ele rebola-se dentro da caixa no meio dos pacotes todos, como se soubesse que aquilo era tudo para ele.

dois sacos de comida própria para furas, cada um com quase dois kilos, três pacotes de guloseimas, um deles, oferta da loja que eu nem sabia, e um bebedouro novo.

abro o primeiro saco de guloseimas e dou-lhe uma. parece gostar.
abro o segundo saco, dou-lhe uma a cheirar e ele volta-me as costas.
abro o terceiro, idem.
abro um dos sacos de ração, dou-lhe a cheirar, faz-me um manguito.

gostou mais da caixa de cartão do que das outras coisas todas juntas...

sacana de bixo mais esquisito. tenho cá para mim que ele não curte da ração que nós lhe andamos a dar há 2 anos, mas que é a melhor que encontro por aí, e come porque é obrigado. agora, mando vir aquela especial de espanha, que não há cá, e ele vai-se armar em esquisito com aquela também...

o que ele quer sei eu, mas não pode ser todos os dias...ou então pode e eu é que sou uma granda preguiçosa...

No fim-de-semana passado...

Março 26, 2008

...não éramos para ter ido aos algarves, mas de repente lembrei-me que era páscoa e que provavelmente iria haver a feira do folar em barão de s. joão. doida como sou por folares, lá tive que me ir abastecer.

ao contrário da maralha toda, ficamos quietinhos e só saímos de casa na sexta à noite. nada de trânsito, nada de confusões na estrada. chegamos lá tarde e como não tínhamos avisado ninguém, a porta tava trancada e a malta a dormir. umas porradas na janela resolveram o que os telemoveis não conseguiram loll

no sábado fomos tratar do quarto da criançola (leia-se, a sobrinha).
quando a mana e o cunhado compraram o apartamento, ficamos incumbidos da decoração do quarto da sobrinha. mal deitei os olhos imaginei logo a cena toda: uma carpete verde cortada de forma irregular e flores grandes em vinil nas paredes a imitar um jardim, uma mesinha e banquinhos do ikea, um baú para guardar a tralha, e montes de peluches pelo chão! um espaço muito colorido e divertido.

temos comprado as coisas aos poucos, e este fim-de-semana foi a vez de aplicar a carpete. ainda não estava totalmente esticada já a miúda se rebolava e atirava ao chão. depois o marido fez os recortes e eu tratei de arrumar aquilo como tinha imaginado. e o resultado foi este:

leo's bedroom leo's bedroom


agora só falta pedir os orçamentos para os vinis e saber se colam naquela parede.
mais tarde a caminha será substituída por outra da mesma linha da mesa e dos bancos, e a quantidade de peluches e brinquedos há-de ir aumentando he he

na véspera de fazer 4 aninhos (no sábado à noite), o nosso diabrete albino fez-nos a parte e pirou-se de casa outra vez. já passava da uma da manhã quando o vizinho do lado veio bater à porta com ele na mão. segundo ele, ouviu barulho no quintal, foi ver o que era e o bixo entrou-lhe casa a dentro...

no fundo até temos sorte que ele não se afasta muito, e quando começa a ficar cansado, procura a casa de alguém, e como as pessoas já sabem de quem é o bixo, menos mal. se calhar até procurou a nossa casa, mas como a porta estava fechada e ele não emite sons audíveis, ficou na rua.. enfim, vinha todo cagado, até um carrapato trazia à boleia no lombo, e foi directo pro bidé, tomar banho. veio a calhar que ele já andava muito malcheiroso, mas nós temos pena de lhe dar banho no inverno..

?!


chegou à metade da viagem sem grandes percalços. se tudo continuar a correr bem, vive na boa mais 4 anos, o que viver a partir daí, é bónus (estes bixos têm uma esperança média de vida de 8 anos). mas a vida até lhe corre bem, tem liberdade na medida do possivel, é muito activo, nunca esteve doente, mimos é coisa que não lhe falta, tá completamente spoiled, faz o que quer e o que lhe apetece e nem por isso é castigado.

...e no domingo à tardinha lá fomos a barão de s. joão buscar os ricos folaritos! trouxemos 4, mais meio quilo de azeitonas e uns bolos de torresmos, que eu gosto muito. ah e fora a quantidade de bolinhos de doce fino que comemos por lá he he

saímos de lá à hora do costume, onze e meia na noite, já não apanhamos filas nem nada que se pareça, foi um fim-de-semana igual a tantos outros ^^

Cá vai, desinteressante... e nojento!

Fevereiro 20, 2008

(não aconselho a leitura deste post a pessoas facilmente impressionáveis he he he)

esta manha acordei com um marido histérico aos berros na cozinha. tava a ralhar com o furas. só se ouvia era "desgraçado", "porco", "nojento", "porcalhão de merda", "eewwww", "que nojo", isto, porque aparentemente ele achou que era um bom dia para estrear o seu instinto de caçador!

suponho que o bixo deve ter tido um encontro imediato com uma inquilina que vivia ilegalmente na despensa. e possessivo como ele é, deve ter achado que cá em casa só havia lugar para um rastejante: ele!

então, não vai de modas e trucidou a desgraçada da barata sem dó nem piedade. só pelo desporto, porque segundo o marido, não lhe faltavam partes nenhumas, não tavam era todas pegadas. "um cenário digno do starship troopers" dizia ele.

não vi a coisa, mas fico feliz por saber que o meu bixo tem dotes de caçador como seria suposto, e pelos euros que me fez poupar em armadilhas inúteis. já não achei tanta piada foi quando ele veio ter comigo de língua de fora, para me dar os bons dias, como de costume. ugh!

'Le me

tem idade suficiente para ter juízo, embora nem sempre pareça. algarvia desertora, plantou-se algures na capital, e vive há uma eternidade com um gajo que conheceu pelo mIRC.

no início da vida adulta foi possuída pelo espírito da internet e entregou-lhe o corpo a alma de mão beijada. é geek até à raiz do último cabelo e orgulha-se disso.

offline gosta muito de passear por aí, tirar fotografias, ver séries e filmes, e (sempre que a preguiça não a impede) gosta praticar exercício físico.

mantém uma pequena bucket list de coisas que gostava de fazer nos entretantos.

'Le liwl

era uma vez um blog cor-de-rosa que nasceu na manhã de 16 de janeiro, no longínquo ano de 2003, numa altura em que os blogs eram apenas registos pessoais, sem pretensões de coisa alguma. e assim se tem mantido.

muitas são as fases pelas quais tem passado, ao sabor dos humores da sua autora. para os mais curiosos, aqui ficam screenshots das versões anteriores:
#12   #11   #10   #9   #8   #6   #5   #4

seguir nos blogs do SAPO

email: hello@liwl.net

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

'Le Archive

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2007
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2006
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2005
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2004
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2003
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D