Isa and The Mobile Phones!

Como me voltei definitivamente pá Vodafone, tive que ir desencantar um télélé onde o cartão funcionasse, então fui ao refugo buscar um Nokia que usei à uns 3 anos atrás..usei quer dizer, ele quase não foi usado pois nunca deixei de usar a TMN, era tipo telemovel de empresa..mas além de estar novinho, ainda tem o plástico de protecção do visor, e estava dentro de uma capa de silicone transparente, tinha umas SMS todas melosas que eu e o meu mariduxo trocávamos, quando eu ia de fim-de-semana, tipo:

- brrr gata que frio! I´m in desperate need of you...:´(
- dorme bem coisa + boa e fofa q este gato tem
- dorme bem coisa doce e carinhosa que mim tem
- QUERO MIMOS!
- **************************************** conta-os ; ) s2

(..e na ponho mais se não o marido despede-me lolll) É giro recordar he he

Mas basicamente...eu...ODEIO telemóveis (e telefones no geral), detesto-os, mas claro reconheço que são aparelhos essenciais, pois facilitam muito a vida às pessoas, estar contactavel torna-se necessário em diversas situações. Por exemplo, vou buscar o marido, e se me acontece alguma coisa pelo caminho, como é que ele sabe, ou como sabe se já cheguei, e se estou a levar seca? O meu Samsung, que faz este Agosto, 4 anos, está desligado desde Março, e o saldo que lá tinha, deve estar, provavelmente perdido, se alguém quer falar comigo, usa o do marido ou o fixo, mas mesmo assim, não gosto, nem nunca gostei de falar ao telefone, e evito-o ao máximo..mesmo nestes últimos anos que o tenho usado mais, por estar longe da falmelga, se já mudei de opinião..há-de chegar o dia em que eu e os telefones enterramos o macho de guerra e fumamos o cachimbo da paz (e como eu não fumo, presumo que isso seja no dia de S. Nunca À Tarde) lolll

Tenho dito!
    19 de Agosto de 2005, às 00:38link do post comentar