Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

lost in wonderland

lost in wonderland

De olhos postos no céu II

Outubro 11, 2010

 

é brutal e não é nada do outro mundo. requer apenas algum material e uma grande dose de paciência.

 

já andávamos a fazer testes desde o inicio de setembro, para descobrir quais eram as configurações da máquina para fazer as exposições ideais das estrelas e da via lactea.

 

houve alguma pesquisa pelo meio, claro. procurei exemplos de fotografias e vídeos bem sucedidos para tentar reproduzir, mas só depois de ter chegado a "arma" secreta, um disparador automático, é que começamos a brincar a sério.

 

depois de uma primeira tentativa falhada no segundo fim-de-semana de setembro quando estivemos na serra da estrela, voltamos à carga nas mini-férias, também passadas lá.

 

foi praticamente no mesmo sítio, apesar de termos chegado à conclusão que não era o ideal para o serviço ficar bem feito..mas o céu tava limpo e bastante estrelado e não havia vento.

 

tava era um frio de rachar!

 

montamos o tripé entre os yurts, tiramos algumas fotos de teste. quando acertamos com a localização deixamos o disparador fazer o resto e pisgamo-nos pro quentinho do yurt, ver um episódio de dexter he he

 

a máquina faz alta basqueiro a disparar, mas naquele caso até é bem-vindo, porque conseguíamos perceber que o disparador continuava a funcionar, e como não havia mais gente nas redondezas não havia crise.

 

metemos o despertador para as 4 da manhã, podia ter sido mais tarde (que é como quem diz, cedo), mas não queríamos arriscar dar cabo da máquina por causa da humidade que tava. 4 horas de fotos já dava 30 segundos de filme fluido e chegava perfeitamente para a experiência.

 

o marido voluntariou-se para a tarefa ingrata de sair da cama e ir lá fora resgatar o material, tava mesmo MUITO frio.

a máquina estava gelada e bastante húmida, mas dava perfeitamente para ver que tinha feito um bom trabalho =D

 

depois veio a parte de pós-produção. montámos o vídeo, aplicámos uns filtros e transições qb e pronto.. abusámos um bocado na correcção de gamma e o primeiro vídeo que meti no flickr saiu um bocado escuro.. depois descobri que não dava para substituir como as fotos..oh well, uploadei uma terceira versão para o vimeo e é essa que aí está..

 

não nos livramos do cintilar mas também foi o primeiro contacto com o final cut pro e não quisemos perder muito tempo com aquilo :P

 

mas, não ficou mal de todo.

 

ok, foi "pouco" tempo e o filtro da objectiva estava constantemente a embaciar por causa do frio, mas não ficamos desiludidos com o resultado. agora é explorar isto (ISOs e localizações diferentes) melhor para ver até onde se consegue ir.

com sorte, uma noite rende 1 minuto de filme, mas as condições meteorológicas têm quer ser melhores porque não tou para ficar sem máquina :P

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

'Le me

tem idade suficiente para ter juízo, embora nem sempre pareça. algarvia desertora, plantou-se algures na capital, e vive há uma eternidade com um gajo que conheceu pelo mIRC.

no início da vida adulta foi possuída pelo espírito da internet e entregou-lhe o corpo a alma de mão beijada. é geek até à raiz do último cabelo e orgulha-se disso.

offline gosta muito de passear por aí, tirar fotografias, ver séries e filmes, e (sempre que a preguiça não a impede) gosta praticar exercício físico.

mantém uma pequena bucket list de coisas que gostava de fazer nos entretantos.

'Le liwl

era uma vez um blog cor-de-rosa que nasceu na manhã de 16 de janeiro, no longínquo ano de 2003, numa altura em que os blogs eram apenas registos pessoais, sem pretensões de coisa alguma. e assim se tem mantido.

muitas são as fases pelas quais tem passado, ao sabor dos humores da sua autora. para os mais curiosos, aqui ficam screenshots das versões anteriores:
#12   #11   #10   #9   #8   #6   #5   #4

seguir nos blogs do SAPO

email: hello@liwl.net

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

'Le Archive

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2007
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2006
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2005
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2004
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2003
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D