Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

lost in wonderland

lost in wonderland

Meter areia é connosco!

Agosto 03, 2009

o marido andou a semana toda a chatear-me que queria ir para uma praia deserta..ora, praias desertas nesta altura do ano só conheço umas, ali como quem vai prá galé!

fizemo-nos à estrada rumo a sul, e à parte de quase ter atropelado um gajo porque estava distraída a tentar perceber os novos sentidos do trânsito da baixa de setúbal, e ter perdido o ferry por 1mn por me ter metido numa rua que usava para ir para o cais de embarque e agora está fechada, correu tudo bem..ou quase lol

então, lá chegamos a uma zona que nos parecia bem, e assim que vimos um caminho com ar transitável, viramos à direita, sem saber bem onde estávamos, mas isso era o menos!

vimos finalmente o mar, estava apenas a uma descida com ar manhoso... bem manhoso, que era só areia.. descer fez-se bem, apesar do abs (acho eu) guinchar quando travava, mas mal estacionei, comecei a ter pesadelos com a subida...tipo, já metemos o cascas em sítios lixados, mas nunca nada que envolvesse uma subida de areia solta...
bom, mas estavam lá mais carros "normais", o que queria dizer que não éramos os únicos loucos...

tava-se mesmo bem na prainha. num raio de 500m não havia vivalma, parece impossível mas é verdade, ainda existem praias desertas em agosto :)
tivemos ali umas boas horinhas nas dunas, de papo pro ar, a apanhar solinho. tava um bocado de vento, mas era quente e não chateava.
por volta das 7 começou a fazer frescote e resolvemos regressar. já não estava quase ninguém por ali, restava apenas um grupo de malta, que se estavam a debater com o carro de um deles, que estava enfiado na areia..comecei logo a ver a minha vida a andar para trás lol

subi aquilo à pata para analisar a gravidade da coisa..não tinha mesmo bom aspecto, mas pronto, tinha que sair dali, desse pronde desse...

bom..pego no carro, pé no acelerador e cá vai disto!

e lá vai gajo disparado. volta e meia engasgava-se com a areia, nada que uma gazada não o fizesse soltar. íamos os dois já todos histéricos com o desempenho do bixo, quando no ultimo meio-metro de caminho manhoso a coisa meteu areia a sério.
foi mais má decisão da nossa parte que outra coisa qualquer..optamos pelo caminho menos crateras, que também era o que tinha mais areia solta e um "degrau" lixado...a areia ele comeu, o degrau é que não..

não trazia força suficiente para subir aquilo e engasgou-se como ainda não lhe tinha acontecido..na murração, três semanas antes, subiu uma coisa parecida aquela, mas pior, só que, como vinha a todo o vapor, nem bufou..

umas tentativas e nada, as rodas da frente estavam enfiadas na areia pela metade. ainda vieram de lá os bacanos que entretanto já se tinham safado, dar uma mãzinha, mas a coisa só lá foi quando descaí o carro uns bons metros e meti com ele em cima dos pastos!

comeu pó que foi uma alegria. veio todo badalhoco...mas não vale a pena ir lava-lo, que sexta tá batido na herdade da casa branca hi hi hi

...mas sim, acho que um todo-o-terreno não me fazia mal nenhum, que eu gosto de me meter naqueles caminhos..ui se gosto!

1 comentário

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

'Le me

tem idade suficiente para ter juízo, embora nem sempre pareça. algarvia desertora, plantou-se algures na capital, e vive há uma eternidade com um gajo que conheceu pelo mIRC.

no início da vida adulta foi possuída pelo espírito da internet e entregou-lhe o corpo a alma de mão beijada. é geek até à raiz do último cabelo e orgulha-se disso.

offline gosta muito de passear por aí, tirar fotografias, ver séries e filmes, e (sempre que a preguiça não a impede) gosta praticar exercício físico.

mantém uma pequena bucket list de coisas que gostava de fazer nos entretantos.

'Le liwl

era uma vez um blog cor-de-rosa que nasceu na manhã de 16 de janeiro, no longínquo ano de 2003, numa altura em que os blogs eram apenas registos pessoais, sem pretensões de coisa alguma. e assim se tem mantido.

muitas são as fases pelas quais tem passado, ao sabor dos humores da sua autora. para os mais curiosos, aqui ficam screenshots das versões anteriores:
#12   #11   #10   #9   #8   #6   #5   #4

seguir nos blogs do SAPO

email: hello@liwl.net

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

'Le Archive

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2007
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2006
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2005
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2004
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2003
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D