Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

lost in wonderland

lost in wonderland

Lulas recheadas - the ultimate recipe!

Fevereiro 02, 2008

este é (e sempre foi) um dos meu pratos favoritos, e a minha mãezinha fá-lo como ninguém, por isso, e porque ainda não consegui reproduzir a iguaria, vou aproveitar que ela vai fazer esta noite para o jantar, para prestar atenção a todos os pormenores do processo para aprender de uma vez por todas.
e como eu sou uma pessoa muito simpática, e como há muito tempo que não posto aqui receitas, vou partilhar esta com o mundo. enjoy!

lulas recheadas

ingredientes:
(para 4 pessoas)

- 1,5 de lulas frescas de tamanho decente
- arroz
- um raminho de salsa
- uma folha de louro
- 1/2 cebola
- 1/4 pimento vermelho
- 1 lata pequena de tomate pelado
- 3 tomates frescos
- 3 fatias de presunto
- um bocadinho de chouriço
- um bocadinho de toucinho
- azeite
- uma pitada de sal grosso
- massa de pimento q.b.
- ketchup q.b.
- piri-piri (opcional)

7

preparação:

31246


lava-se arranja-se as lulas, separando o canudo da cabeça e das barbatanas e depois limpa-se o interior. tira-se o dente das cabeças e guardamos estas partes (menos o canudo) no congelador durante um bocado para ser mais fácil picar.

811131012


pica-se a cebola, pimento, o e toucinho e leva-se a refugar, com um bocadinho de azeite. depois pica-se o presunto e o chouriço e junta-se ao refugado. depois pica-se o tomate fresco e o tomate pelado e junta-se ao refugado. depois junta-se a salsa picada. depois junta-se um bocadinho de massa de pimento e de piri-piri.

1415161819


entretanto pica-se as cabeças e os tentáculos das lulas e junta-se ao refugado. aproveitamos para lhe juntar (ao refugado) uma pitada de sal grosso e um bocadinho de ketchup, e deixa-se refugar mais uns minutos.
por esta altura o aroma deste fabuloso refugado já invadiu a cozinha.

depois junta-se umas três ou quatro mãos de arroz ao refugado. se ficar muito espesso, pode-se juntar um bocadinho de água. deixa-se cozinhar mais uns minutos, até o arroz começar a abrir.

17202122 


quando o refugado estiver pronto, deita-se num coador para aproveitar o molho, que vai servir para cozer as lulas. a este molho adiciona-se mais um bocadinho de salsa, a folha de louro e um bocado de pimento.
quando a mistela estiver sequinha, começa-se a encher as lulas com uma colher de chá.

23242526 


depois das lulas recheadas e fechadas com o um palito vão a cozer no molho que resultou do refugado. se o molho for pouco ou se estiver muito espesso, deita-se um pouco de água.
por fim, deita-se uma pitada de pimentão, tapa-se e deixa-se cozer.
entretanto, coze-se uma tachada de arroz para acompanhar as lulinhas. (dica: pode-se juntar um bocadinho do molho das lulas ao arroz, fica excelente)

27282930 


... e está pronto a comer! bom apetite!

31

(é uma receita longa, que leva cerca de 1.30h - 2h a preparar, ajuda muito se forem duas pessoas.. ah, dica da cozinheira: se possivel, deixar as lulas, depois de arranjadas, no congelador durante 1 dia, para que fiquem mais macias)

8 comentários

Comentar post

'Le me

tem idade suficiente para ter juízo, embora nem sempre pareça. algarvia desertora, plantou-se algures na capital, e vive há uma eternidade com um gajo que conheceu pelo mIRC.

no início da vida adulta foi possuída pelo espírito da internet e entregou-lhe o corpo a alma de mão beijada. é geek até à raiz do último cabelo e orgulha-se disso.

offline gosta muito de passear por aí, tirar fotografias, ver séries e filmes, e (sempre que a preguiça não a impede) gosta praticar exercício físico.

mantém uma pequena bucket list de coisas que gostava de fazer nos entretantos.

'Le liwl

era uma vez um blog cor-de-rosa que nasceu na manhã de 16 de janeiro, no longínquo ano de 2003, numa altura em que os blogs eram apenas registos pessoais, sem pretensões de coisa alguma. e assim se tem mantido.

muitas são as fases pelas quais tem passado, ao sabor dos humores da sua autora. para os mais curiosos, aqui ficam screenshots das versões anteriores:
#12   #11   #10   #9   #8   #6   #5   #4

seguir nos blogs do SAPO

email: isa@sapo.pt

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

'Le Archive

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2007
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2006
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2005
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2004
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2003
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D