Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

lost in wonderland

lost in wonderland

Cenas

Dezembro 28, 2017

ontem acordei com a garganta marada, e andei o dia todo a espirrar à maluca, e a gastar toneladas de papel. mau, queres ver que arranjaste uma constipação, ou uma puta duma gripe?

como não é muito habitual ficar doente, entro logo em modo ofensivo e tenho que descobrir que bicheza anda a atazanar-me o sistema imunitário. sou a primeira a dizer para não fazê-lo, mas sou a primeira a fazê-lo. fui a correr perguntar ao dr google (em modo incógnito, é óbvio, para não me começarem a aparecer anúncios de cremes para fungos - ou pior!!! em todos os sites que entrar) que diferenças existem entre a gripe e a constipação. o dr google, na sua infinita sabedoria, informou-me que as diferenças podem ser ténues, e nem sempre é fácil distingui-las, mas têm as suas nuances:

espirros (daqueles que quase ficamos virados avesso e provocam surdez temporária a quem tiver o azar de estar nas nossas redondezas). check

nariz entupido (litros de ranho e quilómetros de papel higiénico gastos a assoar-me, vá lá que costumo comprar do macio - folha quádrupla bitches, se não já tinha a pele em redor do nariz em carne viva). check

olhos inflamados (como se tivesse andado a saltitar por um campo de papoilas em plena primavera). check

garganta inflamada. check

a temperatura não chega os 37ºC, não há dores no corpo nem fadigas, nem arrepios de frio, nem tosse, o que afasta o cenário da gripe. mal o menos. se é constipação trata-se nas calmas com líquidos (litrosas de chá de gengibre e limão - on it), e mel para aliviar a garganta (on it - não posso abusar porque é mel de medronheiro, se não ainda apanho uma piela). para aliviar a congestão nasal, lavar as vias respiratórias com água do mar (daquela em spray, que dá vómitos quando a mistura de gosma e água salgada se escapa e escorre pela goela abaixo).

eis que esta tarde, no meio de saraivadas intermináveis de espirros e assoadelas, começo a ficar com uma comichão doida dentro do nariz, daquelas que apetece a enfiar as mãos pelas narinas adentro e coçar aquilo tudo. uai.. queres ver que nem é constipação, nem gripe, mas sim um ataque diabólico de rinite alérgica? mando um anti-histamínico para o bucho, e não é que passadas algumas horas a coisa começa a acalmar?

tão em que é que ficamos? opá!!

Séries em 2017

Dezembro 28, 2017

à semelhança do ano anterior, também neste vi pouquíssimos filmes, e fora aqueles que lhes dediquei posts (que foram apenas dois), nem me apeteceu a escrever sobre os poucos que vi (as in, começa-me a faltar a pachorra para filmes de super-heróis, que é aquilo que mais vou ao cinema ver). as séries continuaram a dominar!

tão, estas foram as cinco que mais gostei de ver este ano:

the handmaid's tale
declarei-a a minha série favorita do ano e ainda só íamos em junho, e não mudei de opinião. entretanto, e por causa da avalanche de emmy's que recebeu, tem sido bastante falada. 

the deuce
como saudosista dos anos 70's (apesar de só ter vivido dois meses neles), adorei o ambiente desta série, super realista, sem polimento nem artifícios. as personagens são ricas e estão belissimamente caracterizadas, vão-se desenvolvendo em banho maria ao longo da série, sem grandes pressas nem cerimónias.

dediquei-lhe um post depois de ter visto o primeiro episódio, e não desiludiu até ao ultimo. fechou com véu de nostalgia, aquela sensação agridoce de fim de uma era, em que as coisas nunca mais voltarão a ser como antes.

mindhunter
outra série de época, facto que quase passa despercebido se não fosse pela tonalidade esverdeada, dessaturada, e escura da fotografia, e pela tecnologia oldskool usada nos adereços. é inteligente, analítica, e muito cirúrgica. é de desenvolvimento lento, e nem sempre de digestão fácil, mas cada episódio entrega uma dose de intensidade e suspense que nos mantém agarrados.

para além da premissa, que do ponto de vista da psicologia é fascinante, as personagens, o que as movia e a química entre elas, foi o que funcionou melhor para mim nesta série.

high maintenance
começou no vimeo há uns anos, mas só este ano é que encalhamos nela. é. TÃO. FIXE! é terrivelmente hipster, desde a música, às personagens, os cenários, até ao enredo - a vida como ela é, simples e por vezes cruelmente aborrecida. há um episódio em particular que acabamos os dois a enxugar as lágrimas, por ser tão.. belo? não sei, puxou as cordas certas cá dentro. a segunda season começa em janeiro e mal posso esperar.

mr robot
apesar de já ir em três temporadas, esta continua a ser uma das minhas sérias paixões dos últimos anos, cada temporada tem saído mais intensa que a outra. o último episódio desta foi brutalmente intenso, teve uma sucessão de plot twists que não são apropriados para pessoas que sofrem do coração. ainda assim, de todas as temporadas foi a que menos pontas soltas deixou, como se pudesse terminar por ali. esperemos que não!

menções honrosas:

future man, terminator meets back to the future meets duke nukem. é um fartote. se gostam de jogos de porradaria, cenas gore-ish, fuckups temporais, e doses maciças de estupidez (juvenil), esta série tem o vosso nome!

the orville, to boldly go where no man has gone before. não tava à espera de gostar muito desta, foi um guilty pleasure, vá.. canaliza bastante star trek, e eu não consigo atinar com star trek nem à martelada. anyway, o seth macfarlane faz a festa com um arraial de clichés de sci-fi, umas piadas brejeiras, e aproveita a boleia para mandar umas chouriçadas aqui e ali. a única coisa que esta série precisa urgentemente é de encurtar o genérico. é penoso!!

e também:

american gods, better things, billionscolony (que está cada vez melhor), dark (chiliques temporais, adoro!!), dark matter (que infelizmente foi cancelada), preacherstranger things (que não achei tão fixe como a primeira season), the expanse (que está cada vez melhor), the grand tour, the man in the high castle, e the night manager.

'Le me

tem idade suficiente para ter juízo, embora nem sempre pareça. algarvia desertora, plantou-se algures na capital, e vive há uma eternidade com um gajo que conheceu pelo mIRC.

no início da vida adulta foi possuída pelo espírito da internet e entregou-lhe o corpo a alma de mão beijada. é geek até à raiz do último cabelo e orgulha-se disso.

offline gosta muito de passear por aí, tirar fotografias, ver séries e filmes, e (sempre que a preguiça não a impede) gosta praticar exercício físico.

mantém uma pequena bucket list de coisas que gostava de fazer nos entretantos.

'Le liwl

era uma vez um blog cor-de-rosa que nasceu na manhã de 16 de janeiro, no longínquo ano de 2003, numa altura em que os blogs eram apenas registos pessoais, sem pretensões de coisa alguma. e assim se tem mantido.

muitas são as fases pelas quais tem passado, ao sabor dos humores da sua autora. para os mais curiosos, aqui ficam screenshots das versões anteriores:
#12   #11   #10   #9   #8   #6   #5   #4

seguir nos blogs do SAPO

email: isa [ arroba ] sapo [ ponto ] pt

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

'Le Archive

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2007
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2006
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2005
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2004
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2003
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D