Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

lost in wonderland

lost in wonderland

Pena..

Novembro 14, 2006

Fiquei hoje a saber, pela mão do Metro que apanhei num assento do cacilheiro, que o Pavilhão da Realidade Virtual está a ser demolido para dar lugar a um edificio de escritórios.. fiquei triste...foi o pavilhão que mais gostei de visitar durante a Expo98...

Cuidado com a mosquitagem!

Novembro 14, 2006

Esta tarde, o marido teve que sair mais cedo do trabalho e ir às urgências, por causa da bossa (é um inchaço mas gosto mais de chamar-lhe bossa) provocada pela picada de um mosquito no sábado, que entretanto desceu para a zona dos olhos, e já lhe estava a afectar a visão.
Quando o vi não consegui conter o riso ..aquilo dá-lhe um ar um bocado... "estranho"! Raio do mosquito, que me deformou o homem!

Então, o médico que o examinou disse-lhe que as picadas de mosquitos têm dado nisso, que já não é a primeira vez que alguém lá vai a queixar-se do mesmo, algumas vezes casos piores, tipo pernas com o dobro do tamanho..
Ele disse que a culpa é, em parte, das temperaturas desta altura, que já deviam ter descido..

Receitou-lhe um anti-histamínico e mandou-o embora..

Portanto, não se pode culpar só os mosquitos da Caparica, mas sim os mosquitos em geral..não mordi muito bem essa das temperaturas, pois no verão também há mosquitos e eu nunca vi tamanho inchaço provocado por um...parece mais uma picadela de abelha..na volta estão a mutar-se ou coisa parecida :P

Resumindo, aconselha-se cuidado com os mosquitos, especialmente depois do sol posto, eles andem aí e são tramados. O marido confirma!

Posta de encher chouriços

Novembro 14, 2006

As seen on Pecola e na Lady Samurai (não há link porque é de acesso reservado he he)!
Já tinha isto feito há uns dias, mas só agora é que me lembrou a postar...

Olhos? Verdes assim pó escuro..

Cabelos? Já os tive compridos, mas não gosto. Prefiro curtos e despenteados. Castanhos pó claro. Já fiz madeixas de várias cores (incluído cor-de-rosa choque), já passei por uma fase que gostava de preto, mas agora ando com outras ideias..mais alaranjadas lol

Idade? 27!

Altura? 158 cm bem medidos!

Peso? 47kg..não passa mesmo disto :P

Nacionalidade? Tuga!

Alcunhas de Infância? Foi coisa que nunca tive..

Ascendência? Acho que é uma granda mistura..

Irmãos e/ou Irmãs? Irmã.

Signo?Escorpioa

Sapatos que está a usar? Agora estou descalça, mas ultimamente tenho ando com uns ténis verdes e amarelos da Pull & Bear muita bacanos!

Medo? De adoecer gravemente e/ou de morrer, da morte dos outros, de causar dano a alguém, de fazer merda, de falhar, de perder alguma coisa...and so on...

Objectivo que gostaria de alcançar? Sentir-me completamente realizada a nivel profissional é um deles..

Frase que mais uso no msn? Há bastantes, umas delas são: "tás aí?", "[...] muito gay!", "olá/oi", etc..

Melhor parte do corpo? Minha? Não sei, talvez as pernas... mas também gosto muito das minhas mãozinhas...são feiinhas, acho-as extremamente úteis he he
A dos outros já depende he he

Pepsi ou Coca-Cola? Gelo com coca-cola!

MacDonald’s ou Pizza Hut? Ambos!

Café ou capuccino? Nem um, nem outro!

Fuma? Não!

Palavrões? Ocupam um lugar de destaque no meu vocabulário regular lol

Perfume? Não uso, cheiros intensos provocam-me dor de cabeça..

Lado da cama? O que calhar..

Canta? Volta e meia ^^

Toma banho todos os dias? Sim, um dos melhores momentos do dia.

Gostava da escola? Nunca gostei. Mas os últimos três anos até foram bastante divertidos.

Acredita em si mesmo? Faz parte!

Dá-se bem com os seus pais? Dou-me!

Gosta de tempestades? Se estiver bem acomodada, sim..se estiver na rua ou a conduzir já não acho lá muita piada...

Desporto? Não sou muito disso..comecei a praticar bodyboard à uns meses e até agora ainda não me aborreci..a ver vamos..

Passatempos e Hobbies? Passear pela net, em frente à tv, sintonizada na fox.

Fobias e manias? Eixx...Isso dá tema para um post e ainda sobra... mas lembrei-me de uma muito estupida! Não consigo usar copos ou chavenas que estejam guardados em armários fechados sem antes ter que passá-los por água, não suporto estar a beber alguma coisa e estar a sentir o cheiro da madeira no copo/chavena...(eu avisei que era estupida..lol)

No último mês…..

Bebeu álcool? Não.

Fumou? Não.

Usou drogas? Apanho altas "tripes" com a cafeína da coca-cola e dos galões, e alguns Nimeds pelo caminho.. conta?

Fez compras? Fiz umas quantas, sim...

Comeu um pacote inteiro de bolachas? Sim, palmiers, nham nham! Mas não foi todo de uma só vez..foram umas duas vezes..

Comeu sushi? Oh sim, mais que uma vez até!

Fez biscoitos caseiros? No ultimo mês não..

Pintou ou cortou o cabelo? Não, mas quero!

Roubou? Só se o lugar a alguém nalguma fila ou estacionamento ou coisa assim...

Número de filhos? 0

Como quer morrer? Rápido, muito rápido, repentinamente, sem me aperceber, sem sofrer...

Piercings? Não...aliás..não me admirava nada se os meus 4 furos (nas orelhas) já estivessem tapados...deixei de usar brincos há mais de 5 anos ^^

Tatuagens? Ainda não :(

Quantas vezes o seu nome apareceu nos jornais? Em jornais não sei, agora em revistas já tem aparecido..

Cicatrizes no corpo? Tenho algumas, mas são muito pequenas e discretas.

Do que se arrepende de ter feito? Só me arrependo de uma coisa: de ter escolhido mal o meu percurso escolar quando entrei para o 10º ano..se eu soubesse o que sei hoje....

Cor favorita? É uma coisa que está sempre a variar..neste momento digamos que ando numa de tons de verde ou amarelos meio desmaiados..pasteis e coisas assim!

Qual a disciplina favorita na escola? Inglês, Ciências (natureza ou naturais), Geologia, Ed. Visual

Um lugar onde nunca esteve e gostava de ir? Ahhh são tantos..

Manhãs ou Noites? Apesar de ter dificuldades em acordar cedo, a parte do dia que mais gosto é logo de manhazinha..

O que tem nos bolsos? Guardanapos e algumas moedas.

Em dez anos imagina-se…… Viva, espero, e já agora, de boa saúde e feliz..de resto não faço ideia..

Weekend!

Novembro 13, 2006

Sabado!

De manhã fomos com a sogrinha e mais a cunhada ver as modas ao Leroy Merlin e à Decathlon. Vimos no Leroy aquelas carpetes de franjas de poliester, que já andamos a namorar há montes de tempo, a quase metade do preço que nos andavam a pedir por elas noutros sítios. A medida que nós queríamos, 230x160cm, custava 279 euros. Todas as cores que lá estavam eram lindas: beje, amarelo, verde, laranja, vermelho, roxo, azul, e preto.
Ora, àquele preço, era finalmente possível ter uma carpete daquelas, então comecei a pensar se não estava na hora de fazer o cartão do Leroy também he he

À tarde, estivemos-nos a divertir a apagar as serigrafias das pranchas antes de irmos para a Costa. Granda porcaria que aquilo foi lol, ficou tudo cheio de tinta ou que raio era aquilo, nem o furas escapou!
Tava alta dia, e a praia estava cheia de gente. Não tavam grandes ondas, mas mesmo assim fomos lá para dentro.
Cuidado com os mosquitos das praias da Caparica, são bem fdds..já da outra vez que viemos de lá já de noite, fomos atacados, o marido (e o manolo também) ficou com o corpo cheio de altos. Ontem, apesar de já irmos preparados, foi a mesma história, e hoje, a testa do marido está neste bonito estado, ganhou uma bossa no meio da testa por causa de uma picada de mosquito.. e agora está maior do que quando tirei a foto..coitado...lol

À noite voltamos ao Leroy com a papelada toda, e por incrível que pareça, conseguimos o cartão com uma facilidade que eu não estava à espera! Claro que nem tudo foram rosas, levamos alta seca, e depois a bacana enganou-se a preencher a proposta, etc etc e depois estava para lá com umas confusões com outros clientes, e chamou uma colega, e aquilo acabou por ser alta galhofa. A bacana era fresca, era era lol
La nos deram aquela treta e fugimos pá loja. Trouxemos uma em beje para condizer com o ambiente da sala, mas ainda tivemos indecisos entre a beje, a verde e a laranja. Mas fizemos a escolha certa :)

Domingo!

Tiramos o dia pá faxina. Arrumamos a sala como não o fazíamos há muito tempo, e finalmente vimo-nos livres daquela carpete que tivemos quase durante dois anos. Não vou dizer que era horrível, porque não era, e vai agora parar ao quarto (isto é, se for barato manda-la lavar), mas não proporcionava um ambiente acolhedor na sala. Agora sim, está um espectáculo! Só falta desaparecer a secretaria, que vai dar lugar a uma estante, e o lcdzorro, que não há-de demorar (esperemos..), e depois, a ver se sobra espaço para o puf branco, que ainda esta arquivado na despensa à espera de espaço.

Entretanto, as obras do telhado estão quase concluídas. O AccuWeather diz-me que lá para quarta ou quinta é capaz de chover. Eu não gosto de chuva, mas desta vez não me importo, pois quero saber se aquilo ficou mesmo bem feito, e se vai finalmente deixar de chover em casa..

Volta chavala, tás perdoada *NOT*!

Novembro 09, 2006

Eu ainda não me fui embora..aliás, ando à uma semana a tentar escrever esta posta..

Hoje já fez um dia solarengo, mas a chuva não tem dado tréguas à malta, e tem provocado estragos um pouco por toda a parte. Nós aqui, apesar de estarmos num sitio bem alto, também tivemos direito à nossa inundaçãozinha pessoal, então, andamos praí uns dias que não fazíamos mais nada senão: meter toalhas no chão, meter toalhas na máquina para centrifugar, meter toalhas na máquina para secar, meter toalhas no chão, andar de esfregona no chão...até quando não chovia lá fora, na marquise não parava de chover o dia inteiro.. A placa do telhado do prédio ensopou completamente..
Andava eu a apanhar as gotas do tecto junto às vidraças da marquise com a esfregona, quando encalho numa bossa sem querer..atão não é que a gaja se rompe e começa a sair areia (molhada)..isto é um péssimo sinal: o estuque tá podre e o tecto já nos começou a cair em cima da cabeça :P
O marido chegou mesmo a ter que fazer furos em algumas partes dos aluminios para a agua escoar, o que melhorou a coisa um bocadinho.
Vamos lá ver se este solinho dura uns dias, para os gajos retomarem as obras do telhado, para ver se nós fazemos as nossas, a ver se esta provação acaba de uma vez por todas..

De resto não se tem feito muito.
A tarde do feriado foi passada na Caparica, quando saímos de dentro de água já não se via um palmo à frente dos olhos. Tava-se mesmo bem lá dentro.. não estavam ondas de jeito mas nem me importei! Estava uma tarde do caneço., corria assim uma brisa quentinha e tal..muito fixe!
O fim-de-semana foi passado em casa, apenas com uma saída para ir à Worten ver as modas e ir filar o jantareco à dos sogros.

Entretanto, mais uma aquisição para o ouvido, apadrinhada pelo last.fm: Waldeck!
É um bocado Massive Attack meets Thievery Corporation meets Kruder & Dorfmeister, mas ouve-se bem :)
Engraçado.. tenho conta naquilo há mais de um ano e só agora que é que lhe descobri o potencial..quer dizer também agora está muito melhor do que estava antes he he

Entretanto, Boards of Canadá tem feito as minhas delicias, não sei qual dos três albuns gosto mais!

Entretanto exprimentei uma variante daquela receita do bife à casa, mas desta vez com um hamburguer e com uma base de molho de cebola, da vaqueiro..ficou de comer e chorar por mais!!

Entretanto fiquei a 1Gb de ter estourado com os (30Gbs de) limites de tráfego deste mês, que acaba amanhã..só não os ultrapassei porque fiquei sem espaço no disco outra vez, e tive que meter uma pausa no sacanço até nova limpeza...bolas, "Isa! Tu não eras assim.." como diria a prof. de Fisico-Quimica (não era a D. que dizia isso, João, era outra he he)..

Composição do João

Novembro 07, 2006

"As Rãns

Eu gosto muito de rãs. As rãs arrotam a noite toda. As rãs são mais pequenas que as vacas e mais grandes que um pintelho. As rãs não têm pintelhos.

As rãs põem ovos pela paxaxa que depois dão rãzinhas pequenas. Se as rãs tivessem pintelhos na paxaxa arranhavam os ovinhos que são muito pequenininhos e as rãzinhas que estão lá dentro iam morrer porque entrava água pelas arranhadelas e elas morriam afogadas e porque quando são pequenas não têm patas não sabem nadar.

Eu também ainda não tenho pintelhos mas já sei nadar. Também ainda não tenho paxaxa mas um dia vou ter muitas.

As rãs são as mulheres dos sapos. Os sapos não têm unhas por isso não podem coçar os tomates.

É por isso que eles andam com as pernas abertas a arrastar os tomates que é para os coçar. E quando se picam nos tomates os sapos dão saltos.

As rãs também dão muitos saltos, por isso têm a paxaxa sempre aos saltos. Eu gosto muito de rãs. E gosto muito de sapos.

João, 6º ano"

As coisas que nos vêm parar ao email...LOLLLL

Marie Antoinette

Novembro 03, 2006

Ontem fomos finalmente ver o Marie Antoinette. Ultima sessão, estávamos praí uns 7 na sala 10 dos cinemas do forum..

Eu gosto muito da Sofia Copolla, gosto mesmo, e neste caso, só fui ver o filme porque foi ela que o escreveu realizou..pertence ao grupo restrito de realizadores que me conseguem levar para o cinema só por serem quem são. Acho que ela faz uns filmes que não tem nada a ver, diferentes daqueles que o cinema hollywoodesco nos habituou, que nos deixam confusos mas deslumbrados (daí haver tanta gente que não gosta dos filmes dela). Este não foi excepção, tal como eu esperava!

Quem não gosta de spoilers, ou quem não suporta esta realizadora, ou ainda fundamentalistas que não digerem bem opiniões divergentes, faxavor não ler a partir deste ponto!

É basicamente a história de uma jovem rapariga, destinada a ser rainha de França, e do seu percurso.
Aos 14 anos ela deixou a família e o seu país, para se casar por razões políticas, com o futuro rei de França. Tem da difícil tarefa de se tentar integrar numa corte que tem tanto de sofisticada como de intriguista, repleta de escândalos e conspirações, e costumes diferentes dos seus, que ela não compreende. A sua maneira de ser não é bem encarada pela corte, o que só dificulta o processo e empurra-a para o isolamento.
Um rígido e monótono protocolo espera-a todas as manhãs: acorda, é vestida por uma porção de gente, depois toma uma refeição num ambiente muito desconfortável, leva seca do padre...até que se começou a deixar deslumbrar pelos prazeres da sua posição, então divide seus os dias a escolher tecidos e novos modelos das suas reais vestes, sapatos, jóias e penteados, rodeada das amigas mais intimas, ou a jogar, sempre com muitos doces e champagne à mistura. Tem uma pedra no sapato, apesar dos seus esforços, o seu marido parece não desejar consumar o casamento, o que dá dá azo a muitas preocupações e mexericos. Esse facto também cria uma certa distância e desconforto entre o casal que quase que se consegue sentir.
Entretanto, o rei lá se decide e nasce finalmente o primeiro rebento real.

Ás tantas, ela começa a procurar isolamento da corte, num refúgio onde só vai quem ela quer, o que chateia muita gente. A vida parece simples e bela, até que começam a surgir graves problemas..

O filme retrata Marie Antoninette como a mulher que foi, incompreendida, corajosa mas frágil. Filha, esposa, rainha, mãe, amante..
Todo o glamour e opulência da corte francesa do século XVIII está lá. Vestes magnificas, com jóias e penteados a condizer. Muitas festas, vícios, muita coscuvilhice e intriga.
Todo este espectáculo visual, é acompanhado por uma banda sonora no mínimo curiosa para um suposto filme de época. Divide-se entre a música clássica e a contemporânea. Essa combinação acaba por conferir uma atmosfera única ao filme, criando momentos de rebeldia e loucura, a roçar a cultura pop.
Foi filmado na sua maioria nos locais originais, no Palácio de Versalhes e arredores, dando um realismo ao filme que doutra forma não teria sido conseguido (o marido passou o filme todo à procura de candeeiros, cabos, tomadas e caixas eléctricas lol).
Também não faltaram aqueles momentos, normalmente considerados irrelevantes para o decorrer da acção, mas que são quase mágicos, como as cenas bucólicas ou de contemplação, o amanhecer perto do lago, ou os insectos, os pequenos e simples prazeres da vida.
Os planos em que certas cenas foram filmadas são a cereja em cima do bolo.

Gostei do pormenor dos All Stars no meio de tanto chanato chiquérrimo!

A critica foi um bocado dura com o filme. Apelidou-o de vazio, fútil, aborrecido, de ser pouco preciso nos factos históricos, de não focar os conflitos políticos da época, etc etc..apesar do filme não se ter afastado muito da realidade, dizem que Coppolla retratou a história de uma forma demasiado simpática. Também teve a sua dose criticas relacionadas com a produção em si..
Na minha opinião, não sei o que estavam à espera da Sofia Coppolla, conhecendo os seus trabalhos anteriores. É lógico que ela não ia fazer um filme politicamente correcto. Se assim fosse, eu não teria gostado do filme, porque não ia querer ver uma biografia pura e dura da Marie Antoinette. Eu quero ver uma Marie Antoinette como só a Coppolla a imaginaria: rapariga doce e ingénua, aprisionada no seu palácio encantado (como as virgens e a "Charlotte" no quarto), cujo destino está à mercê de outros, num filme onde no final nada acontece (ela não foi decapitada, tal como "Charlotte" não caiu nos braços de "Bob", apesar de passarmos o filme à espera disso), onde as coisas belas e simples da vida acabam por ser valorizadas. E foi o que vi!
É quase impossível não deixar de fazer comparações com os seus dois trabalhos anteriores, e encontrar semelhanças, pois elas existem e são bastante salientes.

Só houve uma coisa que me fez confusão...aliás, faz-me sempre confusão seja em que filme for. É umas pessoas falarem em inglês sem sotaque e usarem expressões francesas, enquanto outras falam inglês com forte sotaque francês, ou ainda outras que falavam em francês...tipo, já se decidiam..

...e assim termina a maior review que eu alguma vez já fiz a um filme! Puff!

Best friends!

Novembro 02, 2006

Um FW vindo de uma colega trazia, entre outras, esta bela foto:



Eu realmente gostava de ter um gato em full-time só para ver se ele e o furas também seriam tão amigos...é que em part-time a coisa não vai lá!

Ainda no fim-de-semana passado, o furas apanhou o gato a comer umas peles de frango (que tinha roubado do lixo) e não foi de modas: fez-se ao gato (basicamente, atirou-se a ele de boca aberta) e roubou-lhe o petisco! O coitado do gato bem que tentou resgatar o snack, mas o ar ameaçador do furas era demasiado intimidador: olhos esbugalhados, focinho arrebitado tipo "queres porrada, é?", com um bocado da pele pendurado na boca... hilariante! Depois de uns minutos a fazer frente ao gato, pegou nele e bazou pa outras bandas, para saborear as peles descansado..

Bife à casa!

Novembro 01, 2006

Era um prato que tinhamos na ementa do restaurante, e que apesar de ser o mais caro (na parte da carne), era dos que mais saída tinha. Eu era simplesmente maluca por ele! Tava sempre a cravar à cozinheira ou à minha mãezinha que mo fizesse.
Era uma espécie duma variante do Bife à Portuguesa. Só que em vez de batata cozida era frita, levava um molhinho qualquer, e como não podia deixar de ser, o belo do ovo estrelado a cavalo!
Entretanto desapareceu da ementa, e eu raramente passei a come-lo...e há que anos que me apetece o belo do "bife à casa"!

Então, ontem não fui de modas. Tava-me a apetecer forte e feio, e perguntei ao marido se não se importava de dar uma "facadinha" na dieta dele, para saborear comigo uma das formas que mais gosto de comer bife. Ele disse que não se importava e eu comecei a planear a coisa, sem lhe dizer o que era.
Claro que tive a minha dose de dificuldades:

- Problema nr 1: onde é que vou eu desencantar frigideiras de barro aqui!
- Problema nr 2: quem é que vai comprar o bife, pois saio tarde e não me apetece de forma alguma ainda ir ao Jumbo..

Opá, mas tenho aqui o El Corte Inglés pertinho.. há-de ter alguma coisa que me safe a coisa, e mais, tem supermercado! Parece-me perfeito!

Saío quase às oito, em direcção ao dito. Já que estava lá, aproveitei e passei logo pela secção da apple, para ver se havia novidades, que ainda não comprei a minha prenda de anos. Não havia, segui em frente.
Ora deixa cá descobrir onde é que eles vendem as tralhas para a cozinha. Piso 5... EIXXXXX! É por isso que eu não curto do El Corte...lá subi.
Para minha felicidade, dei logo de caras com uma ilha de loiça em barro..mas para minha infelicidade, todas as peças tinham um aviso, que as deviamos mergulhar dentro de água durante 12 horas, antes de irem ao fogo. Veio-me logo à memoria os montes de frigideiras que estalavam e abriam-se ao meio durante a preparação, no restaurante, umas das razões que levou à extinção desse prato. Bem...mas eu não tenho 12 horas..tenho 2 no máximo! Huston, we have a problem!
Procurei uma colaboradora. Perguntei-lhe por pratos de loiça que aguentassem chama directa. A rapariga correu tudo e nada...Oh boy.."Olha, levo as de barro e rezo para que não me arruinem o jantar..." disse-lhe eu. Lá peguei (e paguei) naquilo e fui à procura do elevador, porque descer 6 pisos em escadas rolantes não tá com nada!
Saí mesmo em frente ao supermercado. Nunca lá tinha ido mas adorei a variedade. peguei nas coisas que queria, e ala pá caixa..uma enorme seca esperava-me, apesar de ter apenas 4 pessoas à frente e estar numa caixa rápida..dass!

Faltava um quarto pás nove quando apanhei o metro. Barco às nove e um quarto. Bus às nove e trinta e cinco. Cheguei a casa eram quase dez..vá lá que a vontade de cozinhar aquilo não tinha esmorecido... cansada como estava, até me admirei!

Enfiei logo as frigideiras em água. Entretanto, telefonei pá mãezinha para rever uns pormenores. Ela já não se lembrava muito bem de como faziam o molho, então decidimos que podia exprimentar uma daquelas bases de molho da Vaqueiro, coisa que tenho sempre em casa.
Perguntei-lhe então das frigideiras. Chegamos à conclusão que eu podia experimentar meter aquilo um bocado no forno, podia ser que desta forma, o choque térmico não fosse tão violento e elas aguentassem a chama..a ver vamos!
Assim fiz, liguei o forno a 140º, e enfiei-as logo dentro, para irem aquecendo lentamente. Depois fui subindo gradualmente até aos 180º.
Descasquei as batatas, cortei em rodelas, temperei o bife, pús logo a mesa, meti os restantes ingredientes/utensilios logo a jeito, porque a segunda fase daquele prato requer muita rapidez, se quisermos que fique no ponto.
Notei que me tinha esquecido do alho..bolas! Bem, alho em pó desenrasca...bah!

Ok, uma vez que as batatas estavam fritas, e a base de molho estava quase pronta, eis que chega a hora de passar o bife por uma frigideira bem quente.
Com uma rapidez e dinâmica de impressionar, e sem ajuda (porque não quis), ponho os bifes na frigideira, saco as duas frigideiras de barro que estavam no forno, ponho-as em cima dos respectivos bicos, volto o bife, ponho um bocado de margarina nas frigideiras e acendo os bicos. Pego nos bifes, espeto-os nas frigideiras de barro, acendo o fogo da frigideira dos ovos, ponho as batatas às rodelas em redor dos bifes, ponho um ovo a estrelar, coloco o molho e o presunto em cima dos bifes, que a esta hora já estavam a fervilhar. Boto o ovo a cavalo, estrelo o outro, boto-o a cavalo. Polvilho com salsa. Não caibo em mim de contente: as frigideiras de barro estão a aguentar a chama sem problemas, e os bifes têm um aspecto deliciosol! Deixa-las estar mais uns momentos para apurar, e PRONTO! Saco-as bem a borbulhar para cima dos pratos de apoio.

VITÓRIA!!! As frigideiras não se partiram e os bifes estavam deliciosos! O do marido desapereceu em menos de nada!
Pelos vistos, ainda não perdi as minhas skills de cozinheira-dona-de-casa. Faço um prato pela primeira vez e é um sucesso (como de costume, modéstia à parte). Se bem que os bifes não estavam exactamente como os de antes, pois o molho era diferente, mas para a próxima vou mazé exprimentar a não por molho nenhum, a margarina e o "sumo" dos bifes deve servir perfeitamente!

Então, concluimos que, para fazer esta receita, precisamos de:
(para 2 pessoas)

- Duas frigideiras de barro (ou parecido);
- Dois bifes (eu comprei de novilho);
- Duas batatas grandes (ou 4 mais pequenas);
- Duas (ou mais) fatias e presunto;
- Dois ovos;
- Dois dentes de alho;
- Salsa picada q.b.;
- Manteiga;

Temperam-se os bifes como de costume (ao vosso gosto, portantos..eu gosto de usar pimenta preta, sal, limão ou vinagre.. ), descasca-se e corta-se as batatas às rodelas.
Fritamos as batatas, (podemos fazer um molhito como eu fiz), metemos as frigideiras de barro ao lume, com um bocado de margarina e um alho esmagado em cada, salteiam-se os bifes noutra frigideira bem quente, passamos o bife para as respectivas frigideiras de barro, coloca-se as batatas em redor (cuidado com as queimadelas nos dedos), coloca-se as fatias de presunto, (o molho, se o tivermos feito), coloca-se dois ovos estrelados, e para o toque final, polvilhamos com salsa! As minhas dificuldades já as devem ter lido he he

Atenção que os pratos de barro ficam mesmo quentes, pelo que quando os tiramos do fogo, devemos ter logo um prato raso com um guardanapo à mão de semear!

Eix...tanta lengalenga para postar uma receita! LOL

Bife à Casa

..e bom apetite!

Pág. 2/2

'Le me

tem idade suficiente para ter juízo, embora nem sempre pareça. algarvia desertora, plantou-se algures na capital, e vive há uma eternidade com um gajo que conheceu pelo mIRC.

no início da vida adulta foi possuída pelo espírito da internet e entregou-lhe o corpo a alma de mão beijada. é geek até à raiz do último cabelo e orgulha-se disso.

offline gosta muito de passear por aí, tirar fotografias, ver séries e filmes, e (sempre que a preguiça não a impede) gosta praticar exercício físico.

mantém uma pequena bucket list de coisas que gostava de fazer nos entretantos.

'Le liwl

era uma vez um blog cor-de-rosa que nasceu na manhã de 16 de janeiro, no longínquo ano de 2003, numa altura em que os blogs eram apenas registos pessoais, sem pretensões de coisa alguma. e assim se tem mantido.

muitas são as fases pelas quais tem passado, ao sabor dos humores da sua autora. para os mais curiosos, aqui ficam screenshots das versões anteriores:
#12   #11   #10   #9   #8   #6   #5   #4

seguir nos blogs do SAPO

drop me a line: isa [ arroba ] sapo [ ponto ] pt

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

'Le Archive

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2007
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2006
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2005
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2004
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2003
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Error running style: Style code didn't finish running in a timely fashion. Possible causes: