Bife à casa!

Era um prato que tinhamos na ementa do restaurante, e que apesar de ser o mais caro (na parte da carne), era dos que mais saída tinha. Eu era simplesmente maluca por ele! Tava sempre a cravar à cozinheira ou à minha mãezinha que mo fizesse.
Era uma espécie duma variante do Bife à Portuguesa. Só que em vez de batata cozida era frita, levava um molhinho qualquer, e como não podia deixar de ser, o belo do ovo estrelado a cavalo!
Entretanto desapareceu da ementa, e eu raramente passei a come-lo...e há que anos que me apetece o belo do "bife à casa"!

Então, ontem não fui de modas. Tava-me a apetecer forte e feio, e perguntei ao marido se não se importava de dar uma "facadinha" na dieta dele, para saborear comigo uma das formas que mais gosto de comer bife. Ele disse que não se importava e eu comecei a planear a coisa, sem lhe dizer o que era.
Claro que tive a minha dose de dificuldades:

- Problema nr 1: onde é que vou eu desencantar frigideiras de barro aqui!
- Problema nr 2: quem é que vai comprar o bife, pois saio tarde e não me apetece de forma alguma ainda ir ao Jumbo..

Opá, mas tenho aqui o El Corte Inglés pertinho.. há-de ter alguma coisa que me safe a coisa, e mais, tem supermercado! Parece-me perfeito!

Saío quase às oito, em direcção ao dito. Já que estava lá, aproveitei e passei logo pela secção da apple, para ver se havia novidades, que ainda não comprei a minha prenda de anos. Não havia, segui em frente.
Ora deixa cá descobrir onde é que eles vendem as tralhas para a cozinha. Piso 5... EIXXXXX! É por isso que eu não curto do El Corte...lá subi.
Para minha felicidade, dei logo de caras com uma ilha de loiça em barro..mas para minha infelicidade, todas as peças tinham um aviso, que as deviamos mergulhar dentro de água durante 12 horas, antes de irem ao fogo. Veio-me logo à memoria os montes de frigideiras que estalavam e abriam-se ao meio durante a preparação, no restaurante, umas das razões que levou à extinção desse prato. Bem...mas eu não tenho 12 horas..tenho 2 no máximo! Huston, we have a problem!
Procurei uma colaboradora. Perguntei-lhe por pratos de loiça que aguentassem chama directa. A rapariga correu tudo e nada...Oh boy.."Olha, levo as de barro e rezo para que não me arruinem o jantar..." disse-lhe eu. Lá peguei (e paguei) naquilo e fui à procura do elevador, porque descer 6 pisos em escadas rolantes não tá com nada!
Saí mesmo em frente ao supermercado. Nunca lá tinha ido mas adorei a variedade. peguei nas coisas que queria, e ala pá caixa..uma enorme seca esperava-me, apesar de ter apenas 4 pessoas à frente e estar numa caixa rápida..dass!

Faltava um quarto pás nove quando apanhei o metro. Barco às nove e um quarto. Bus às nove e trinta e cinco. Cheguei a casa eram quase dez..vá lá que a vontade de cozinhar aquilo não tinha esmorecido... cansada como estava, até me admirei!

Enfiei logo as frigideiras em água. Entretanto, telefonei pá mãezinha para rever uns pormenores. Ela já não se lembrava muito bem de como faziam o molho, então decidimos que podia exprimentar uma daquelas bases de molho da Vaqueiro, coisa que tenho sempre em casa.
Perguntei-lhe então das frigideiras. Chegamos à conclusão que eu podia experimentar meter aquilo um bocado no forno, podia ser que desta forma, o choque térmico não fosse tão violento e elas aguentassem a chama..a ver vamos!
Assim fiz, liguei o forno a 140º, e enfiei-as logo dentro, para irem aquecendo lentamente. Depois fui subindo gradualmente até aos 180º.
Descasquei as batatas, cortei em rodelas, temperei o bife, pús logo a mesa, meti os restantes ingredientes/utensilios logo a jeito, porque a segunda fase daquele prato requer muita rapidez, se quisermos que fique no ponto.
Notei que me tinha esquecido do alho..bolas! Bem, alho em pó desenrasca...bah!

Ok, uma vez que as batatas estavam fritas, e a base de molho estava quase pronta, eis que chega a hora de passar o bife por uma frigideira bem quente.
Com uma rapidez e dinâmica de impressionar, e sem ajuda (porque não quis), ponho os bifes na frigideira, saco as duas frigideiras de barro que estavam no forno, ponho-as em cima dos respectivos bicos, volto o bife, ponho um bocado de margarina nas frigideiras e acendo os bicos. Pego nos bifes, espeto-os nas frigideiras de barro, acendo o fogo da frigideira dos ovos, ponho as batatas às rodelas em redor dos bifes, ponho um ovo a estrelar, coloco o molho e o presunto em cima dos bifes, que a esta hora já estavam a fervilhar. Boto o ovo a cavalo, estrelo o outro, boto-o a cavalo. Polvilho com salsa. Não caibo em mim de contente: as frigideiras de barro estão a aguentar a chama sem problemas, e os bifes têm um aspecto deliciosol! Deixa-las estar mais uns momentos para apurar, e PRONTO! Saco-as bem a borbulhar para cima dos pratos de apoio.

VITÓRIA!!! As frigideiras não se partiram e os bifes estavam deliciosos! O do marido desapereceu em menos de nada!
Pelos vistos, ainda não perdi as minhas skills de cozinheira-dona-de-casa. Faço um prato pela primeira vez e é um sucesso (como de costume, modéstia à parte). Se bem que os bifes não estavam exactamente como os de antes, pois o molho era diferente, mas para a próxima vou mazé exprimentar a não por molho nenhum, a margarina e o "sumo" dos bifes deve servir perfeitamente!

Então, concluimos que, para fazer esta receita, precisamos de:
(para 2 pessoas)

- Duas frigideiras de barro (ou parecido);
- Dois bifes (eu comprei de novilho);
- Duas batatas grandes (ou 4 mais pequenas);
- Duas (ou mais) fatias e presunto;
- Dois ovos;
- Dois dentes de alho;
- Salsa picada q.b.;
- Manteiga;

Temperam-se os bifes como de costume (ao vosso gosto, portantos..eu gosto de usar pimenta preta, sal, limão ou vinagre.. ), descasca-se e corta-se as batatas às rodelas.
Fritamos as batatas, (podemos fazer um molhito como eu fiz), metemos as frigideiras de barro ao lume, com um bocado de margarina e um alho esmagado em cada, salteiam-se os bifes noutra frigideira bem quente, passamos o bife para as respectivas frigideiras de barro, coloca-se as batatas em redor (cuidado com as queimadelas nos dedos), coloca-se as fatias de presunto, (o molho, se o tivermos feito), coloca-se dois ovos estrelados, e para o toque final, polvilhamos com salsa! As minhas dificuldades já as devem ter lido he he

Atenção que os pratos de barro ficam mesmo quentes, pelo que quando os tiramos do fogo, devemos ter logo um prato raso com um guardanapo à mão de semear!

Eix...tanta lengalenga para postar uma receita! LOL

Bife à Casa

..e bom apetite!
    1 de Novembro de 2006, às 01:14link do post